Imagem da matéria: Avaliador Premiado: aplicativo que promete renda extra tem indícios de fraude
Shutterstock

O Google Trends apontou que houve uma alta repentina nos últimos dias de buscas pelo termo “Avaliador Premiado”. Ao mesmo tempo, diversos vídeos no YouTube foram postados desde domingo (23) de pessoas afirmando que a ferramenta “funciona”: ou seja, renderia aos usuários uma renda por avaliações de produtos. 

Leia também: Avaliador Premiado: como tentar recuperar o dinheiro, segundo o Procon

Publicidade

Avaliador Premiado é um aplicativo pago onde supostamente as pessoas avaliam mercadorias para o marketplace da chinesa Shein e são remuneradas por isso. A lógica é que as empresas pagariam pelo serviço, pois os produtos com mais avaliações ficam melhores ranqueados na plataforma. 

Ao se buscar no Google Trends por “avaliador premiado”, a plataforma informa que os termos associados explodiram: “avaliador premiado é golpe” teve aumento repentino e está no topo. Depois “aplicativo avaliador de marcas” com alta de 600%, “o aplicativo avaliador premiado é seguro” com alta de 300% e “avaliador premiado é verdade” com outros 300% de aumento de buscas.

Buscas relacionados ao termo “avaliador premiado” no Google (Imagem: Google Trends)

Queixas de fraude disparam

Mas os sinais vermelhos são muitos. No Reclame Aqui, já começam a pipocar queixas de fraude. Um cliente de Curitiba disse no dia 18 de julho que quando juntou R$ 100 e tentou sacar, foi informado que o valor mínimo para retirada seria de R$ 3 mil. 

Outro cliente, de Baependi (MG), afirma que ao comprar o aplicativo, recebeu um curso e não o avaliador de produtos que supostamente começaria a gerar renda imediatamente. A queixa foi feita no domingo (23).

Além disso, ganhou força no Twitter um vídeo no qual uma mulher mostra a mágica da multiplicação do dinheiro: em 30 segundos ela ganha quase R$ 50 ao fazer uma avaliação. Ela afirma que já juntou R$ 50 mil pelo aplicativo.

Publicidade

Nos comentários, as pessoas afirmam que a mulher apresenta um vídeo de um aplicativo falso do banco e que tudo não passa de uma encenação.

Veja abaixo a suposta mágica da multiplicação do dinheiro:

Empresa por trás do “Avaliador Premiado”

As reclamações são destinadas à empresa Perfect Pay, que é apresentada pelos youtubers como a companhia que vende o aplicativo “oficial”. Uma das apresentadoras afirma que é possível ganhar R$ 100 por dia com o aplicativo.

Diversos vídeos promovendo o aplicativo surgiram nos últimos dias (Imagem: Google)

O site da Perfect Pay é registrado como sendo propriedade da LR Empreendimentos Digitais e com o nome associado de Leonardo Rosa Zanette.

O Portal do Bitcoin ligou para a Perfect Pay e enviou e-mail, para saber se a empresa assume a responsabilidade pelo aplicativo e qual a proposta real do produto, bem como se ela está patrocinando os vídeos que surgiram no YouTube ou se os youtubers ganham comissão para cliente convertido. Porém, a reportagem não obteve resposta até a publicação.

VOCÊ PODE GOSTAR
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns