Imagem da matéria: Aprovação da Lei das Criptomoedas foi “milagre”, diz senadora Soraya Thronicke
Senadora Soraya Thronicke é autora do PLs das criptomoedas (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

Às vésperas da entrada em vigor da Lei das Criptomoedas, no próximo dia 20, a senadora Soraya Thronicke (União Brasil) disse que a aprovação do texto foi um “milagre”. A parlamentar foi autora do projeto de lei 4.207/2020, que teve partes incorporadas no PL 4.401/2021, de autoria do deputado federal Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ) e que foi o texto aprovado e transformado em lei.

“Apresentei esse projeto em 2020 e ele foi aprovado em 2022. É a prova que a era digital chegou. Havia tantos preconceitos contra ele que a aprovação do projeto foi um grande milagre”, disse ela nesta quarta-feira (7) durante participação no evento Criptorama/Money Monster Brazil, em Brasília.

Publicidade

“As criptomoedas foram muito estigmatizadas, vistas com maus olhos, como se fossem pirâmides financeiras”, afirmou a senadora. “Mas eu também fui estigmatizada: trabalhei no setor de motéis, e emprego presidiárias do meu estado. É por isso que acredito que, na vanguarda, a gente rompe barreiras”.

O senador Carlos Portinho (PL), que também participa do evento, concordou com a colega. “Meu filho de 12 anos me pediu para investir a mesada dele em Bitcoin. Na minha época a gente usava mesada pra comprar figurinha e camisa de time de futebol. Então imagina como é para o Senado tratar disso, uma casa onde a maioria dos senadores é de outra geração, mais antiga. A Lei foi uma marco”, afirmou.

A senadora está propondo agora um novo projeto para o setor de criptomoedas, separando as atividades das empresas que atuam na área em emissão, intermediação e custódia e instituindoa segregação patrimonial, que divide o capital próprio das companhias daquele dos investidores.

“É a continuação do primeiro projetos, para proteger o consumidor e evtar casos como a FTX. Espero que saia rapido também”, afirmou ela.

Publicidade

*Texto atualizado às 15h42 do dia7 de junho de 2023 para correção: a versão inicial do texto afirmava que a senadora Soraya Thronicke foi a autora do projeto de lei que virou a Lei das Criptomoedas. Na verdade, o PL 4.401/2021, que virou a Lei das Criptomoedas, foi de autoria do deputado federal Aureo Ribeiro. Esse texto incorporou partes do PL 4.207/202, esse sim de autoria da senadora.

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

Trader transforma R$ 2 mil em R$ 17 milhões graças ao triunfo da Pepecoin (PEPE)

Ao comprar a memecoin após o lançamento, o trader teve um ganho de 7.368x no investimento
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

A animação dos investidores fez aumentar em 219% o volume de negociação do Ethereum nas últimas 24 horas