Imagem da matéria: Após perder R$ 147 milhões na FTX, Tom Brady vira estrela em evento de investimentos no Brasil
Foto: Shutterstock

Considerado como o maior jogador de futebol americano de todos os tempos e ex-marido da supermodelo Gisele Bündchen, Tom Brady virá ao Brasil em setembro para falar sobre empreendedorismo, mesmo após ter perdido R$ 147 milhões com a quebra da corretora de criptomoedas FTX. O ex-atleta irá participar do evento Expert XP, organizado pela XP Investimentos, que ocorre entre os dias 1 e 2 de setembro na cidade de São Paulo. 

Brady e Gisele, antes do divócio, ganharam papel de destaque na estratégia da FTX. Ele recebeu US$ 30 milhões para ser o embaixador da corretora. Ela embolsou US$ 18 milhões para fazer propaganda e chegou a aparecer em um painel em evento ao lado de Sam Bankman-Fried, criador da empresa. Os valores foram revelados em reportagem do The New York Times.

Publicidade
Bündchen durante evento com o criador da FTX, Sam Bankman-Fried (Foto: Reprodução FTX)

A questão é que ambos foram pagos em ações da FTX e a empresa evaporou: em novembro do ano passado uma chuva de saques fez a corretora parar suas operações. Os papéis do ex-casal agora valem praticamente zero.

Os indícios apontam que companhia usava dinheiro dos clientes na Alameda Research, seu braço de investimentos, e agora a exchange está em recuperação judicial e sob controle de uma nova direção, que tem apontado erros e condutas criminosas de SBF e da antiga diretoria. 

Segundo o jornal, o ex-casal não só não recebeu o dinheiro pela propaganda, como deve ter prejuízo: existem impostos para serem cobrados do bolo milionário, mesmo que ele nunca tenha chegado às contas das celebridades. 

No campo de empreendedorismo, o ex-atleta atua em duas frentes principais: a marca de roupas Brady e a empresa de bem-estar e saúde TB12.

Publicidade

Celebridades no banco dos réus

Tom Brady e Gisele Bündchen também estão no meio de um grupo de várias celebridades que se tornaram rés em uma ação coletiva que busca responsabilizar as celebridades que fizeram propaganda da FTX. O caso está tramitando em um tribunal de Miami, na Flórida.

Além do ex-casal, são acusados o ex-jogador de basquete Shaquille O’Neal, o atual astro da NBA Stephen Curry, o comediante Larry David e a tenista Namori Osaka.

Conforme reportagem do The Washington Post, o caso é conduzido por David Boies, um dos mais notórios advogados dos Estados Unidos: foi responsável pela defesa do candidato Al Gore na disputa jurídica sobre a eleição de 2000 (vencida por Goerge W. Bush) e da empresária Elizabteh Holmes, condenada por fraude com a empresa Theranos.

As celebridades são acusadas de auxliaram a FTX na venda de valores mobiliários não registrados e indizrem pessoas a entraram em um esquema de pirâmide financeira.

VOCÊ PODE GOSTAR
silhueta de homem com celular e logo da coinbase no fundo

Coinbase entra com recurso contra decisão em caso contra a SEC

Ao interpor o recurso, a Coinbase alega motivos substanciais para divergências de opinião, segundo disse o site The Block citando uma pessoa familiarizada com o caso
Imagem da matéria: Arthur Hayes está pessimista em relação ao halving do Bitcoin — aqui está o motivo

Arthur Hayes está pessimista em relação ao halving do Bitcoin — aqui está o motivo

O ex-CEO da BitMEX espera que o halving do Bitcoin “adicione gasolina a uma grande queima de criptoativos”
Smartphone mostra logotipo da Binance à frente de tela de negociação

Binance lança novo token e anuncia data para negociação com Bitcoin, BNB e stablecoins

O protocolo de dólar sintético Ethena (ENA) é o 50º projeto da Binance Launchpool
Imagem da matéria: Reforma do Código Civil prevê inclusão de criptomoedas em herança digital

Reforma do Código Civil prevê inclusão de criptomoedas em herança digital

Mudanças do Código Civil incluem o reconhecimento da herança digital, que inclui criptomoedas, além de senhas de redes sociais e de milhas aéreas