Imagem da matéria: Aave planeja lançar sua própria stablecoin descentralizada
(Foto: Shutterstock)

Aave, um dos maiores protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) do setor, planeja lançar sua própria stablecoin, conforme revelou um anúncio feito nesta quinta-feira (7).

“Criamos um ARC [pedido por comentários no Aave] sobre uma nova stablecoin descentralizada com garantias, nativa do ecossistema Aave, conhecida como GHO”, retuitou o fundador do Aave, Stani Kulechov.

Publicidade

Isso significa que a proposta do Aave para uma nova stablecoin agora está nas mãos de sua organização autônoma descentralizada (DAO) — sua comunidade de holders do token AAVE que vota em decisões que afetam o futuro do protocolo. Caso seja aprovada, um das maiores participantes do setor DeFi irá apresentar outra opção de stablecoin ao mercado — algo que poderá ser lucrativo para sua DAO se a GHO ganhar bastante adesão.

https://twitter.com/StaniKulechov/status/1545058246821433348

As pessoas podem usar Aave — que opera na rede Ethereum — para tomar ativos digitais emprestado sem precisar recorrer a um intermediário. Seu token nativo, Aave, é o 47º maior do setor, com uma capitalização de mercado de quase US$ 1 bilhão. Neste momento, o token é negociado a US$ 70,81, segundo dados do CoinMarketCap.

Como poderá ser a stablecoin GHO

Se tudo acontecer conforme o planejado e holders de AAVE aprovarem a GHO, a stablecoin será “lastreada por um conjunto diversificado de criptoativos”, de acordo com a proposta.

“Caso aprovada, a apresentação da GHO tornará o empréstimo da stablecoin no Aave Protocol mais acirrada, fornecendo mais opcionalidade para usuários de stablecoin e gerar mais receita para a Aave DAO ao enviar 100% dos pagamentos de juros por empréstimos tomados em GHO à DAO”, acrescentou.

Publicidade

Uma stablecoin é uma parte importante do ecossistema cripto: é um token criado para ser mais estável do que criptomoedas como o bitcoin (BTC) e o ether (ETH). Geralmente, stablecoins são pareadas a moedas fiduciárias, como o dólar americano, para evitar oscilações e ajudar traders a manterem a liquidez.

Projetos DeFi como o Aave são desenvolvidos em uma blockchain que automatiza empréstimos e, de certa forma, visam ser bancos “desbancarizados”.

Mas tais projetos são muito experimentais — sem mencionar sua propensão a hacks e, em alguns casos, acontece uma completa e absoluta catástrofe.

Os alertas do passado

Em maio, Terra, que já foi uma das maiores blockchains e lar ao popular protocolo DeFi Anchor, colapsou completamente. Após uma liquidação no Anchor e de sua stablecoin algorítmica UST, esta perdeu sua paridade — não tinha o mesmo valor que o dólar — e seu token de governança, LUNA, não tinha valor algum. Dezenas de bilhões de dólares evaporaram.

Publicidade

A mesma coisa vai acontecer com a stablecoin do Aave? De início, diferente da stablecoin do Terra, GHO não será uma stablecoin algorítmica, pois seus recursos não vão ser parecidos com o de stablecoins algorítmicas, garantiu Aave Companies, responsável pelo protocolo Aave, ao Decrypt.

Grande parte das stablecoins ou é centralizada — com paridade ao dólar, títulos ou outros ativos em um banco — ou descentralizada — e pareada por outros criptoativos.

É isso o que mantém a estabilidade da stablecoin com um valor de US$ 1 por token. Por ser uma parte crescente do setor DeFi, stablecoins algorítmicas são diferentes, pois não têm garantia e, em vez disso, usam um código de programação especial que as mantêm pareadas a um ativo estável.

A stablecoin GHO proposta pelo Aave entra na categoria de tokens descentralizados e com garantia, assim como DAI, a stablecoin da MakerDAO, cuja garantia depende dos tokens MKR e de outros criptoativos.

A Aave Companies acrescentou que “recursos significativos de mitigação ao risco” serão implementados para evitar que muita GHO seja emitida — o que irá proteger usuários.

Publicidade

E ainda bem, pois se 2022 serviu de exemplo até agora, usuários DeFi realmente podem aproveitar um pouco de mitigação de risco.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
o que é mineração de bitcoin

Mineradores de Bitcoin nos EUA batem valor de mercado recorde de US$ 22,8 bilhões

Banco americano destacou que quase todas as 14 mineradoras de Bitcoin negociadas na Bolsa dos EUA subiram nas duas primeira semanas de junho
Imagem da matéria: Setor cripto aumenta seu peso nas eleições dos EUA após Coinbase investir mais US$ 25 milhões

Setor cripto aumenta seu peso nas eleições dos EUA após Coinbase investir mais US$ 25 milhões

Exchange cripto Coinbase decidiu colocar ainda mais dinheiro no fundo do setor cripto para apoiar campanhas eleitorais nos EUA, que agora já chega a US$ 161 milhões
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

Memecoins da GameStop e Iggy Azalea encerram semana com perdas de até 50%

MOTHER – uma memecoin lançada pela rapper Iggy Azalea – despencou 38% nos últimos 7 dias
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Deputados pressionam Biden para trazer de volta aos EUA executivo da Binance detido na Nigéria

Em carta ao executivo, os deputados alegam que Tigran Gambaryan está na condição de refém do governo da Nigéria e corre risco de morrer de malária