Imagem da matéria: Youtuber que defende consumidores foi ameaçado por quadrilha por trás da 123 Importados
Rogério Betin tem canal homônimo no Youtube. Imagem: Reprodução

O youtuber Rogério Betin, que usa seu canal para denunciar golpes financeiros, revelou aos seus mais de 600 mil seguidores as ameaças que sofreu de pessoas ligadas à 123 Importados, que foram presos recentemente. A empresa, cujos donos são os mesmos da controversa Investimento Bitcoin, está sendo acusada de estelionato por vender e não entregar os produtos.

“Me senti feliz e aliviado, pois eu estava tenso por saber quem era a quadrilha, e não poder contar no meu canal”, disse Betin à reportagem na última sexta-feira (10), se referindo ao momento em que soube das prisões.

Publicidade

Conforme informações da Polícia Civil de São Paulo, oito suspeitos foram presos no último dia 30, quando também foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão na capital e mais duas cidades paulistas, Jaú e Mauá.

De acordo com assessoria do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), dos oito presos, uma mulher e dois homens foram libertados, e a Justiça decretou prisões preventivas dos outros cinco envolvidos.

Tanto a 123 Importados quanto a Investimento Bitcoin têm histórico de oferta enganosa. Enquanto uma vendia televisores abaixo do custo e não entregava, a outra prometia rendimentos estratosféricos em bitcoin. Ambas empresas ficaram bastante conhecidas por aparecem em programas de televisão com alcance nacional.

Quanto à 123, Betin disse que criticava o negócio havia algum tempo. Incomodados, pessoas ligadas à empresa começaram o ameaçar.

Publicidade

“Apaga todos os vídeos da minha empresa 123 Importados que você escapa”, diz a mensagem enviada para o celular do youtuber.

Print com a ameaça mostrada pelo youtuber. Imagem: Reprodução

Youtuber ‘ajudou’ nas prisões

Segundo Betin, por pouco ele não atrapalhou a operação policial. Dias antes da ação dos investigadores do Deic, ele quase postou um vídeo com a denúncia. Conforme afirmou, ele já tinha descoberto todo o esquema — que foi revelado somente no último dia 5, durante reportagem no telejornal Cidade Alerta, na Record TV.

De acordo com o youtuber, no dia seguinte à ameaça, ele foi à delegacia local onde foi instruído a procurar o Núcleo de Combate a Cibercrimes, que fica no centro de Curitiba. No dia 22 de junho, ele então registrou um boletim de ocorrência.

A relação 123 Importados x Investimento Bitcoin veio à tona como uma organização criminosa que vinha atuando há tempos. Segundo o deputado federal Celso Russomanno (Republicanos-SP), que apresentou a reportagem, o golpe pode ter resultado um prejuízo na casa de R$ 20 milhões.

Publicidade

A Investimento Bitcoin também responde a vários processos na Justiça por ter lesado várias pessoas com falsas promessas de rendimentos. Outras empresas também estão sendo investigadas. De acordo com o apresentador, Grupo On Mundi, ‘O’ televisores, Neon Eletro e HP Auto Center também são negócios conduzidos pelos acusados.

VOCÊ PODE GOSTAR
Marcos Pasquim promove Mineradora Manah

Manah: Mineradora de ouro promovida por galãs da Globo é acusada de dar calote em investidores

Promovida por Márcio Garcia e Marcos Pasquim, a Mineradora Manah prometia pagar 3% ao mês aos investidores, mas agora está sendo acusada de calote no Reclame Aqui e nas redes sociais
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube