Imagem da matéria: Bitcoin (BTC) é negociado acima dos R$ 200 mil pelo terceiro dia seguido
Foto: Shutterstock

O Bitcoin (BTC) – que mostrou sinais de recuperação no final de semana por causa de novos tweets do CEO da Tesla, Elon Musk – é negociado acima dos R$ 200 mil no Brasil na manhã desta terça-feira (15).

É o terceiro dia seguido que a criptomoeda se mantém nesse preço, segundo dados do Índice de Preço do Bitcoin (IPB) e do CoinMarketCap. Em dólar, o BTC é cotado a US$ 40 mil, com alta de 2% nas últimas 24 horas.

Publicidade

Na semana, o Bitcoin acumula ganhos de 22%, tanto em real quanto na moeda norte-americana. Entre 1º de janeiro e o dia 15 de junho, o ativo digital está com alta de 36%.

Apesar dos ganhos, o BTC ainda está longe da máxima histórica de US$ 63 mil (R$ 360 mil) registrada no dia 13 de abril.

Um FUD no mercado – causado em parte por declarações do governo da China – fez a moeda ter no mês passado uma das maiores correções percentuais da história.

Ethereum, Dogecoin e altcoins

Assim como o BTC, as principais altcoins do mercado também operam em alta nesta manhã.

O Ethereum (ETH) é negociado a US$ 2.583 após valorizar 4% nas últimas 24 horas. Em reais, segundo o Índice de Preço do Ethereum (IPE), a criptomoeda é cotada a R$ 13.199.

Publicidade

A Dogecoin (DOGE), moeda que costuma receber apoio de empresários bilionários e artistas, subiu 1% e viu seu preço voltar para US$ 0,32.

O Binance Coin (BNB) é negociado a US$ 370 após alta de 3% desde a manhã de ontem. Já o XRP, da Ripple, subiu 1% e é cotado a US$ 0,87.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120