Twitter barra posts com endereços de bitcoin após invasão de contas de celebridades

Na quarta, contas da Apple, Elon Musk, Bill Gates, entre outros, postaram mensagens de golpes com criptomoedas

CEO do Twitter lança campanha que pede emoji do Bitcoin em celulares
Foto: Shutterstock


Horas após o ataque hacker que invadiu contas de dezenas de celebridades na tarde de quarta (15), o Twitter começou a impedir os usuários de postarem endereços de carteiras de bitcoin. O mesmo vale para links da Blockchain Explorer.

Todas as tentativas da reportagem em postar endereços aleatórios de carteiras digitais de bitcoin na rede social não funcionaram.

Outro usuário afirma que a mensagem de erro na postagem não se limita a bitcoin e engloba outras criptomoedas, como Monero e Stellar, além das stablecoins USDT e USDC. No entanto, outras moedas digitais como Ethereum, Ripple e Litecoin não têm sofrido a mesma restrição.

O Portal do Bitcoin questionou a assessoria de imprensa do Twitter no Brasil se houve alguma mudança — ainda que temporária — na plataforma para barrar esse tipo de postagem. A rede social não comentou sobre esse tipo de limitação, mas diz que todas as posições oficiais sobre o caso estão em uma thread no próprio Twitter.

A invasão ao Twitter

Na última quarta-feira (15), um problema de segurança no Twitter permitiu a invasão de dezenas de contas da rede social, atingindo pessoas de renome internacional.

Os invasores usaram as contas para arrecadar bitcoin dos seguidores das celebridades. No total, conseguiram roubar o equivalente a R$ 600 mil.

Entre os nomes de famosos que tiveram suas contas afetadas estão Elon Musk, Bill Gates, Apple e Uber. A ação parece ter sido coordenada, pois o mesmo padrão ocorreu com diversas contas com milhões de seguidores.



Esse tipo de golpe, até então, era mais comum em vídeos do YouTube. Na prática, o objetivo é o mesmo: usar o prestígio de um nome popular ou consagrado, e fazer o fã doar bitcoin na esperança de que vá receber em dobro. Contudo, após o envio os fundos ficam com os golpistas e a vítima nunca mais tem acesso acesso ao dinheiro que mandou.

Engenharia social ou sabotagem interna?

Por meio de postagem no próprio Twitter, a plataforma informa que trabalha com a hipótese de que os hackers usaram engenharia social para acessar ferramentas internas da empresa e explorar várias contas verificadas para roubar seguidores.

No entanto, um uma apuração do Motherboard, que citou fontes supostamente envolvidas no ataque, desmente essa versão. Segundo o documento, um membro do Twitter foi pago para comprometer a plataforma social.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br