DAO, AssangeDAO, organização autônoma descentralizada, ethereum, Julian Assange, EUA
Shutterstock

O token JUSTICE, da organização autônoma descentralizada AssangeDAO, entidade pró-liberdade do fundador do Wikileaks, Julian Assange, subiu cerca de 90% nos últimos dias.

A valorização ocorre em meio a um julgamento de recurso em um tribunal do Reino Unido cuja defesa do ativista tenta barrar sua extradição para os EUA, onde é acusado de vários crimes contra o governo.

Publicidade

Neste início de tarde de quarta-feira (21), o JUSTICE é negociado em US$ 0,00005364, com uma alta de 3,17% nas últimas 24 horas, de acordo com dados no site Coinmarketcap. Contudo, nos últimos sete dias, o ativo já valorizou cerca de 90%.

A alta começou a dar sinais ainda no dia 17 de fevereiro e se acentuou no dia 18, saindo de  US$ 0,00003308 para US$ 0,0001006. Após a performance, oscilou para cima e para baixo se mantendo na faixa de preço atual.

Fonte: Coinmarketcap

Julgamento

Está em andamento nesta quarta-feira (21) o segundo dia de julgamento de recurso para não extradição para os EUA em um tribunal do Reino Unido. Segundo a NBC News, trata-se do último recurso acerca da saga jurídica que o manteve numa prisão de segurança máxima britânica durante os últimos cinco anos.

Segundo informações da AP News, advogados do governo americano argumentaram que Assange deveria enfrentar acusações de espionagem porque colocou vidas inocentes em risco e foi além do jornalismo em sua tentativa de solicitar, roubar e publicar indiscriminadamente documentos confidenciais do governo dos EUA.

Publicidade

Para a esposa Stella Assange, a qual se casou na prisão em 2022, ele é um preso político cuja saúde se deteriorou durante os anos de confinamento. Na semana passada ela disse a repórteres que “se ele for extraditado, morrerá”.

Caso  Julian Assange

O jornalista australiano é alvo de processo nos EUA por crimes de informática supostamente cometidos em 2012 que culminaram em vazamento de informações confidenciais do governo americano. Conforme descreve o G1, em 2010, o WikiLeaks divulgou um vídeo de um helicóptero militar dos EUA que mostrava 18 civis sendo mortos na capital do Iraque, Bagdá.

Assange vazou informações secretas das forças armadas americanas e por isso foi preso em 2019 na embaixada do Equador em Londres, no Reino Unido. Ele estava lá desde 2012, quando o então presidente equatoriano, Rafael Correia, concedeu asilo ao ativista.

Após sua prisão, a carteira do Wikileaks começou a receber inúmeras doações, perfazendo na época cerca de US$ 30 mil em Bitcoin (BTC); em 2020, recebeu cerca de US$ 400 mil, quando o site criou uma nova carteira para novas doações.

Publicidade

Em março de 2022 foi criada a AssangeDAO para arrecadar recursos através da venda do tokens JUSTICE. Cerca de um mês depois o projeto foi visto como controverso após os organizadores realizarem transferências sem aviso prévio, causando revolta nos apoiadores. Cerca de US$ 1,7 milhão em Ethereum (ETH) foram movidos na época.

VOCÊ PODE GOSTAR
Logotipo OKX ao fundo tela trading

OKX lança rede Ethereum de segunda camada para desafiar a Base da Coinbase

Uma rede de escalonamento Ethereum de segunda camada construída pela OKX lançou a rede principal, abrindo caminho para novos usuários
Celular com o logo da OpenSea e imagens NFT

CEO do OpenSea fala sobre o futuro do mercado de NFTs mais popular do mercado

Devin Finzer falou sobre Bitcoin Ordinals, o lançamento de um token e o suporte para NFTs ERC721-C, um passo em direção ao OpenSea 2.0
Pai Rico Pai Pobre Robert Kiyosaki posa para foto

Autor de “Pai Rico, Pai Pobre” explica por que não vai comprar ETF de Bitcoin

Robert Kiyosaki defende há anos Bitcoin, ouro e prata como as maiores reservas de valor
criptomoedas caindo no fogo

Manhã Cripto: onda vendedora em mercados globais pressiona criptos; OKX lança rede de segunda camada

Expectativa por realização de lucros com a proximidade do halving puxa o Bitcoin, que acaba pressionando as outras criptomoedas