Imagem da matéria: Taxas do Bitcoin explodem e rede bate recordes de transações não confirmadas
Mixers tornam praticamente impossível rastrear carteiras originais (Foto: Shutterstick)

O Bitcoin passou por um final de semana de números históricos: a rede atingiu no domingo (07) a barreira de 400 mil transações não confirmadas na mempool e as taxas para transações saltaram 60% em menos de sete dias, indo de US$ 4,40 para US$ 6,90 conforme apontavam dados do Mempoool Space na tarde de hoje.

Até então, os níveis mais altos de transações não confirmadas na rede tinham ocorrido em janeiro de 2018, passando um pouco da barreira dos 250 mil. Os números são do Johoe’s Bitcoin Mempool Statistics.

Publicidade

Como o gráfico abaixo mostra, no dia 2 de maio foi ultrapassada a barreira das 300 mil operações não confirmadas. E no domingo (7), pela primeira vez na história, a rede superou a marca de 400 mil transações não confirmadas.

Um número está diratemente ligado ao outro: conforme mais transações são feitas, a rede vai se tornando mais carregada, com os mineradores não dando conta de validar blocos e assim a alta demanda torna as taxas para realizar cada transação mais caras.

Porém, diferentemente do números de transações não confirmadas, a taxa para operação ainda está muito longe de um recorde. Em abril de 2021 esse valor chegou a US$ 70, por conta de uma queda muito forte do hash rate (força computacional empregada no processo de mineração de novos blocos).

Reportagem do Portal do Bitcoin publicada no dia 2 de maio apontava que havia sido registrada a taxa mínima de 105 sats/vB (US$ 4,20) nas transações consideradas de baixa prioridade. Isso saltou para para 170 sats/vB na tarde de domingo (7), totalizando um preço de US$ 6,90 pela cotação daquele momento. Um aumento de 60% no preço.

Publicidade

Veja abaixo os preços das taxas para transações na rede Bitcoin na tarde de domingo (7):

Ordinals, os grandes culpados

O culpado pelo aumento vertiginoso de transações na rede Bitcoin são os Ordinals,  o polêmico projeto que permite inscrever mídia semelhante aos NFTs na blockchain do Bitcoin.

Somente no primeiro dia de maio, mais de 372 mil inscrições de Ordinals foram criadas na rede Bitcoin.

Mas dentro dos Ordinals houve uma revolução em si. No começo de março, um entusiasta de dados on-chain chamado Domo lançou a implementação do BRC-20 usando o projeto.

Domo deu o nome de BRC-20 — a abreviação de “Bitcoin Request for Comment” — a partir de uma experiência inspirada pelo tweet de outro usuário juntamente com o padrão de nome Sats (.sats).

Trevor Owens, sócio-gerente do Fundo Bitcoin Frontier, disse em entrevista ao ao Decrypt sobre o congestionamrnto da rede: “A maior parte da aceleração é BRC-20”.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

Estado dos EUA investe R$ 510 milhões em ETF de Bitcoin da BlackRock

O investimento foi confirmado hoje pelo Conselho de Investimentos do Estado de Wisconsin (SWIB)
bitcoin e ethereum em grafico vermelho de queda

Bitcoin e Ethereum passam a cair e provocam liquidações de US$ 150 milhões

Tanto o Bitcoin quanto o Ethereum despencaram na manhã de sexta-feira (10), provocando uma onda de liquidação de longo prazo
Imagem da matéria: Bitcoin cai mas analistas ainda acreditam que preço vai chegar a US$ 150 mil este ano

Bitcoin cai mas analistas ainda acreditam que preço vai chegar a US$ 150 mil este ano

A AllianceBernstein concorda com os analistas do Standard Chartered e acredita que o preço do BTC mais que dobrará nos próximos 18 meses