Imagem da matéria: Suspeito de golpes com bitcoin que foi espancado em Brasília é investigado por agredir mulher
Marlon Gonzalez Motta no Copacabana Palace (RJ) em março de 2019. Imagem: Repodução/Instagram

Depois de ter sido acusado de aplicar vários golpes com Bitcoin, eis que Marlon Gonzalez Motta responde agora por agressão contra a ex-namorada. A vítima, cujo nome e imagem está sendo preservada pela Justiça, chegou a ficar em cárcere privado com uma arma apontada na cabeça.

Segundo informações do site Metrópoles, Motta foi proibido pela Justiça do Distrito Federal de se aproximar da família da ex-namorada após ameaçá-la de morte.  A vítima levou o caso para a 4ª Delegacia de Polícia (Guará) que após ouvir seus relatos resolveu abrir uma investigação contra o empresário.

Publicidade

De acordo com o depoimento da vítima à Polícia Civil, após a  uma confraternização de trabalho dela, Motta teria dito que ia “mandar gente ir lá matar todo mundo” caso a ex não fosse ao apartamento da família dele. 

A partir dali começaram as horas de terror enfrentada pela vítima. Ela, então, com receio de que o empresário cumprisse a sua ameaça, resolveu se dirigir para o imóvel em Águas Claras. Chegando no local, foi obrigada a sair do carro pelo ex-namorado. Conforme consta na investigação, nesse momento, Motta a “abordou com uma arma enrolada no pano”.

A mulher contou que ficou trancada por horas no apartamento do suspeito por estelionato com criptomoedas. Ela esteve sob pressão psicológica e ameaça. O agressor ainda “engatilhou uma arma na cabeça dela”. Ele deixava claro, segundo a vítima, que iria “matá-la”, bem como “toda a família dela”, caso a jovem revelasse o ocorrido para alguém.

Ainda conforme consta em decisão do TJDFT, a denunciante garante que os dois já haviam terminado o relacionamento, mas ela teria sido persuadida a continuar por mais alguns dias na residência de Marlon.

Publicidade

No depoimento, ela mencionou que, durante o relacionamento, o empresário  se mostrava um homem “ciumento, possessivo, agressivo e violento quando não atendido nas solicitações”.

Essa não foi a primeira vez que a vítima sofre violência perpetrada pelo  ex parceiro. Ela relatou que já foi ofendida verbalmente por ele e que após uma agressão ocorrida em 19 de dezembro, resolveu fazer um registro de ocorrência na Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Golpes com Bitcoin 

O empresário Marlon Gonzalez Motta ficou famoso depois de ter desfalcado investidores de criptomoedas em pelo menos R$ 3 milhões com falsas promessas.

Os golpes eram aplicados em jovens da alta classe que ele geralmente abordava em festas e que estavam começando a atuar no mercado financeiro.

Publicidade

Um deles chegou até mesmo levar o caso à Justiça. Mas não houve qualquer efeito. A 15ª Vara Cível de Brasília extinguiu o processo do investidor que teria sido lesado em R$ 38.500,00, pois ele não corrigiu a petição inicial.

O caso é que o investidor deveria incluir todos que atuavam na empresa BMBC Consultoria em Investimentos Ltda, que pertencia à Marlon Mattos. A razão disso era porque a empresa já não existia mais.

Com a extinção do processo, a Justiça liberou os R$ 500 que haviam sido bloqueados por meio de uma decisão liminar .  

O fato é que nem todos recorreram à Justiça para resolver o problema.  Antes dessa ação começar a tramitar, o suspeito de estelionato havia sido sequestrado por dois clientes que haviam sido lesados em agosto. Eles resolveram fazer justiça com as próprias mãos para recuperarem os R$ 152 mil em Bitcoins.

Motta foi, então, espancado e obrigado a devolver o valor a esses investidores que hoje estão em liberdade, mas seguem sendo investigados pela Polícia Civil.

Publicidade

Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Vasco da Gama são times que integram a nova campanha da Chiliz
Tela de celular mostra logo da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil CVM

CVM ganhou R$ 832 milhões com multas aplicadas em 2023, um aumento de 1.791%

A autarquia também registrou o maior número de casos julgados desde 2019
Imagem da matéria: Bitcoin ganha estátua no Brasil com Satoshi domando touro, símbolo de otimismo do mercado

Bitcoin ganha estátua no Brasil com Satoshi domando touro, símbolo de otimismo do mercado

O MB inaugurou uma estátua que simboliza a relevância do mercado cripto em 2024, marcado pela adoção institucional e o recorde de preço do BTC
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca