Imagem da matéria: Solana vai aumentar taxas de transação para evitar apagões da rede
Foto: Shutterstock

A pane registrada no sábado (30), que mais uma vez deixou a rede da Solana (SOL) fora do ar – desta vez por sete horas – , parece ter sido o chacoalhão final que os desenvolvedores do projeto precisavam para traçar um plano para impedir que o problema se repita no futuro.

Afinal de contas, está longe de ser a primeira vez que a blockchain da criptomoeda Solana perde  consenso e para de produzir blocos, após ser inundada por transações de bots. 

Publicidade

Ao compartilhar detalhes sobre o incidente, a Solana Labs divulgou na terça-feira (3) um artigo com melhorias que pretende incluir na rede no futuro próximo para melhorar a forma que o seu blockchain lida com um grande volume de transações.

Prioridade de transações

Uma das mudanças será mudar o sistema de taxas da Solana. No artigo, a equipe por trás do projeto deixou claro: “taxas estão chegando para a Solana”.

A mudança será criar uma forma dos usuários sinalizarem urgência ao enviar uma transação para a blockchain da Solana. Esse tipo de sinalização já existe em outras redes, como o Ethereum, e é basicamente uma forma do usuário fazer sua transação ser priorizada pelos validadores da rede pagando uma taxa extra para a rede.

De acordo com a Solana Labs, o usuário passará a ter a capacidade de especificar uma “taxa adicional” arbitrária a ser cobrada na inclusão da sua transação em um bloco. 

Publicidade

As taxas adicionais serão tratadas de forma idêntica à taxa base atual. Porém, a proporção dessa taxa para as unidades de computação solicitadas servirá como peso de prioridade na execução.

“Por exemplo, se houver 10 segundos de trabalho que precisam ser gravados no mesmo estado, mas a quantidade de tempo for de 1 segundo, deve haver algum mecanismo que priorize qual trabalho é feito e qual trabalho falha”, explica a empresa para justificar a mudança.

Na visão da empresa, isso pode dificultar o trabalho de bots na rede, ao mesmo tempo que vai garantir que usuários tenham uma forma de garantir que suas transações sejam processadas, mesmo em momentos de pico.

O novo recurso de priorização de taxas está em sendo desenvolvido e a estimativa é que seja ativado na rede quando sua versão versão v1.11 for lançada.

Publicidade

Controle de tráfego

Em seu comunicado, a Solana Labs também anunciou novas melhorias que vai introduzir à rede para além do novo recurso de taxa.

De acordo com a empresa, hoje não existe uma maneira significativa de desencorajar ou mitigar o comportamento abusivo da rede por bots.

Para tentar resolver esse problema, a ideia será melhorar o controle sobre o tráfego de rede através do QUIC, um protocolo criado pelo Google.

A Solana explica que uma vez esse recurso seja adotado, “haverá muito mais opções disponíveis para adaptar e otimizar a ingestão de dados”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Apesar de chamara cada vez mais atenção, muitas pessoas ainda não sabem o que é a tokenização de ativos e como ela funciona
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”