Imagem da matéria: Sem saber, Primo Rico manda conselho a acusado de pirâmide financeira
Youtuber Primo Rico virou parceiro da Biscoint (Foto: Reprodução/Youtube)

“Te desejo muito sucesso. Que você possa dar a volta por cima”. Essas foram algumas das palavras de apoio do youtuber de finanças, Thiago Nigro, mais conhecido como Primo Rico, a Devanney Vieira Santos, que junto com seu irmão, Deivanir Santos, aplicou um dos maiores golpes de pirâmide financeira com bitcoin no Brasil.

A Midas Trend, um golpe semelhante ao do Bitcoin Banco, pode ter causado um prejuízo na casa dos R$ 50 milhões a milhares de investidores que foram enganados com falsas promessas de altos rendimentos.

Publicidade

Thiago Nigro mandou apoio sem saber do passado de Devanney, uma das pessoas mais atuantes em esquemas de pirâmide do Brasil. Fora a Midas Trend, Devanney já participou de vários golpes, dentre eles BBom, TipsClubs, Waygetcoin e Waythebest, Ciclo 21, conforme registros nas redes sociais.

Primo Rico conta história de superação

“Eu fiquei sabendo que aconteceram alguns probleminhas aí, mas olha só, independente do tamanho do problema e da gravidade dele, os problemas sempre passam”, disse Nigro, antes de resumir, sem detalhar muito, uma de suas experiências de superação. Aliás, foi com um termo ‘ressignificar’ — não muito distante do verbo ‘superar’ — que Devanney destacou sua publicação.

“O poder da ressignificação. Ressignificar…é lançar um novo olhar sobre situações já conhecidas e mudar o curso dos acontecimentos”, escreveu Devanney, cujo nome é parte de dezenas de processos na Justiça.

Ao final do vídeo, o Primo Rico reforça o apoio: “O que eu aprendi é que os problemas sempre passam. Então te desejo muito sucesso, que você possa dar a volta por cima, e que essas palavras sirvam de alguma forma como inspiração, reflexão ou combustível, para que você sempre melhore, cresça e evolua”.

Publicidade

Devanney, Deivanir e a Midas Trend

Há cerca de um ano, após o golpe milionário dos irmãos  — que era baseado na promessa de alta rentabilidade com o uso de robôs de arbitragem em criptomoedas — , Devanney passou a se apresentar nas redes sociais como coach de finanças.

Àquela altura, Deivanir ainda fazia lives prometendo pagar os clientes da Midas Trend, bem como sugerindo novos negócios, provável então golpe dentro do golpe, para levantar fundos. Vale lembrar que em certa altura, no ápice do desespero dos clientes, Deivanir veio com a história de que a Midas foi hackeada, mas não provou.

Apesar do passado de Devanney ser difícil de ser apagado, não se sabe, porém, não se sabe qual o problema que ele está enfrentando, já que dinheiro — diga-se bitcoin — ele ainda pode ter de sobra, conforme sugere a vida de luxo que ele fazia questão de compartilhar em uma conta no Instagram ainda no ano passado.

Nela havia fotos dele muito bem vestido, com carrões e esbanjando viagens pelo mundo. Numa delas, Devanney aparece sorridente com a vista da sua janela direta para a Torre Eiffel, em Paris.

Publicidade

A Midas Trend apareceu no mercado vendendo licenças de uso de um suposto robô de arbitragem chamado ‘Botmidas’. O sistema, afirmava a Midas, seria o responsável pelas operações com criptomoedas que geravam os rendimentos. Mais tarde a empresa seria alvo da CVM por oferta irregular.

Em busca no Youtube, é possível encontrar pessoas convidando para participar da empresa e oferecendo rendimentos de até 40% ao mês para quem utilizar os robôs.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação
Casa à beira de rio no Butão

Governo de Butão vai intensificar mineração de Bitcoin no Himalaia com investimento de R$ 2,5 bi

O governo do país asiático vai apostar em hardwares de ponta para compensar os efeitos do halving do Bitcoin que acontece este mês
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) cai para US$ 69 mil e mercado reduz apostas em ETF de Ethereum

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) cai para US$ 69 mil e mercado reduz apostas em ETF de Ethereum

Quedas resultaram em quase US$ 200 milhões em posições de derivativos alavancadas liquidadas em diversos criptoativos, segundo CoinGlass
BTC bitcoin na frente de nota de dólar de 1 milhão

Preço do Bitcoin aumenta com otimismo de Biden sobre queda de juros do Fed ainda este ano

“Mantenho minha previsão de que, antes do final do ano, haverá um corte nas taxas”, disse o presidente dos Estados Unidos