Sem pagar clientes, Midas Trend volta a vender robô de arbitragem e fala em expansão internacional

Criador do Midas Trend desaparece em dia marcado para prestar contas com vítimas
Presidente da Midas Trend, Deivanir Santos. (Imagem: Reprodução/Youtube)


A Midas Trend anunciou na segunda-feira (06) que vai voltar a vender o seu principal produto, o suposto robô de arbitragem de bitcoin chamado de ‘botmidas’. A venda do produto havia sido cancelada no final do ano.

Durante o anúncio, foi revelado também que os pagamentos atrasados serão feitos durante esta semana.

No entanto, ao divulgar novas informações, o CEO da empresa, Deivanir Santos, deu mais destaque a uma suposta expansão internacional da empresa do que para os problemas nos saques.

No final do ano, a Midas Trend cancelou todos saques para que um novo formato de pagamentos fosse feito. A empresa só anunciou que seria realizado em criptomoeda, sem anunciar qual.

Conforme registros no site Reclame Aqui, as queixas não param. A maioria delas são sobre pagamentos atrasados e de falta de retorno do suporte.

“Ainda essa semana o nosso ‘robô do amor’ retornará às suas atividades”, afirmou Deivanir, em um vídeo publicado no Youtube.

De acordo com a empresa, o botmidas é o robô ‘responsável’ pelas operações com criptomoedas que geram os rendimentos dos clientes. 



Ainda sobre os pagamentos, Deivanir aconselhou todos os clientes a sacarem com a carteira de criptomoedas que ficou disponível após o lançamento da ‘exchange própria’, como ele mesmo traduz.

“Isso é para ajudar nosso processo de sanar o problema que foi causado pelo nosso limite bancário”, explicou.

Segundo Deivanir, o probelma é que a empresa não podia pagar milhões de uma só vez porque o Banco Central não permitia.

Midas Trend Internacional

De acordo com Deivanir, ele tinha três novidades na live: Volta do ‘bot’, pagamentos e a terceira ‘novidade’, disse, foi sobre a expansão internacional da Midas Trend. 

“Eu acredito muito no público do exterior, que tem uma outra visão de mercado, um outro comportamento. Será um público que irá nos ajudar muito”, comentou Deivanir que já idealiza a Midas Trend como uma empresa ‘macro’.

O que não foi dito é como uma empresa que não consegue sanar as dívidas dos clientes brasileiros vai conseguir administrar o negócio em outros países.

“Midas 100% internacional”, destacou Deivanir, que disse que eles já têm apresentações em 15 idiomas para ganhar o mercado e fazer novos clientes.

Midas trava saques de clientes.

“Investi em novembro de 2019 o valor de R$ 3.000,00 nesta empresa e até agora não me pagaram os meus ganhos. Quero o meu dinheiro de volta R$ 3.000,00”. Esta é uma das diversas reclamações contra a Midas Trend no Reclame Aqui.

“Tem uns 3 meses que a empresa não efetua pagamento. Semanalmente o presidente da empresa informa prazos, porém os mesmos nunca são cumpridos”, reclamou outro cliente de São Paulo.

“Eu só quero sacar meu dinheiro de volta e encerrar atividades com a empresa”, acrescentou.

Um cliente que investiu quase R$ 5 mil também deixou o seguinte registro:

“Prometem várias soluções e até agora nada”, disse.

Deivanir já fez várias lives, mas não dá um retorno justo ao cliente. No suporte, eles não conseguem absolutamente nada.

Tem um cliente que já nem sabe mais o que fazer:

Midas Trend na mira da CVM

A Midas Trend é mais uma empresa que promete dobrar o capital dos investidores em poucos meses e que já está na mira da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Assim como outros esquemas suspeitos de ser pirâmide financeira, a empresa também tem problemas com os saques dos clientes.

Em outubro passado, a Midas alegou que o motivo dos atrasos nos pagamentos aos afiliados era o mesmo que aconteceu no caso da Unick Forex, que foi o bloqueio de contas pela Urpay.

Depois vieram desculpas por conta de novas soluções implantadas, como um ‘banco digital’, chamado Midaspay, e uma exchange própria.

Ao final de tantos problemas, muitos clientes ficam perdidos sem saber o que fazer. Nas lives, o presidente da empresa não explica didaticamente o que o usuário precisa fazer para conseguir reaver o dinheiro investido.

Desta forma, a jogada parece ser a de estar sempre ganhando tempo. A tática muitas vezes já foi vista no mercado de criptomoedas, como na Unick Forex, Atlas Quantum, entre outras.