Imagem da matéria: John McAfee diz que ficou sem dinheiro e sem bitcoin: “Não tenho nada”
John McAfee (Foto: Gage Skidmore/Flickr)

“Eu não tenho nada”, disse John McAfee na quarta-feira (16) no Twitter, ao se referir sobre sua atual condição financeira, declarando publicamente que não possui mais dinheiro nem bitcoin.

O ex-empresário, que frequentemente é tachado de multimilionário e lenda do Vale do Silício, está preso na Espanha desde outubro do ano passado e luta para não ser extraditado para os EUA, onde tem contas para prestar à Receita Federal americana (IRS). 

Publicidade

“Os EUA acreditam que eu escondi criptomoedas. Eu gostaria que fosse verdade, mas elas se dissolveram pelas muitas mãos da Equipe McAfee (acredite ou não), e meus bens restantes foram todos apreendidos. Meus amigos evaporaram por medo de associação. Eu não tenho nada. No entanto, não me arrependo de nada”, desabafou ele, que é um grande crítico do governo americano por conta da impressão de dinheiro.

Dias antes, também no Twitter, McAfee sugeriu que tem chorado por se sentir abandonado. No que ele chamou de “dia ruim”, ressaltou que ficaria surpreso se pelo menos 1% de seus seguidores lessem suas mensagens.

Processos contra John McAfee nos EUA

McAfee não é alvo das autoridades dos EUA apenas por sonegação de impostos, mas também é parte de uma investigação de um assassinato que ocorreu em 2012, ou seja, ele tem mais de uma década de conflitos no páis.

A família de Gregory Faull, morto a tiros naquele ano, acusou o empresário de envolvimento no crime que fugiu do país e desde então não colocou mais os pés em solo americano.

Publicidade

Mais recentemente, McAfee também foi indiciado por fraude e acusações de lavagem de dinheiro pela Procuradoria dos EUA. De acordo com a autoridade, o empresário orquestrou um esquema de pump and dump de criptomoedas e lucrou com ICOs (Oferta Inicial de Moeda).

O inglês, criado na Virgínia (EUA), é pioneiro no software antivírus que leva seu nome. Nos últimos anos em que esteve grande parte do tempo em seu barco, o ex-empresário era constantemente visto nas páginas dos jornais, tanto pelas polêmicas em torno de sua história quanto pela paixão pelo bitcoin.

Ele chegou a assumir publicamente que se negava a declarar impostos. Por sua vez, o IRS o procurava pela falta de declaração desde 2014.

VOCÊ PODE GOSTAR
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Imagem da matéria: Vitalik Buterin critica prisão de dev do Tornado Cash: "Realmente lamentável"

Vitalik Buterin critica prisão de dev do Tornado Cash: “Realmente lamentável”

O fundador do Ethereum nem se importou em comentar sobre os ETFs, mas refletiu sobre a recente condenação de um desenvolvedor do Tornado Cash
moeda de bitcoin ao lado de celular com logo da mt gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai após Mt. Gox mover US$ 9 bilhões em BTC

A grande movimentação de Bitcoin pela Mt. Gox é um sinal de que, muito em breve, os investidores lesados pelo hack de 2014 serão ressarcidos
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização