Sam Altman CEO da OpenAi e ChatGPT
Sam Altman, CEO da OpenAi (Foto: Shutterstock)

O CEO da OpenAI, Sam Altman, retornará ao conselho de administração da empresa após a conclusão de uma revisão interna das circunstâncias que cercaram sua polêmica demissão em novembro de 2023, anunciou a empresa na sexta-feira (8). A gigante da IA ​​também expandiu o conselho com três novos membros, em meio ao aprimoramento de sua estrutura e políticas de governança corporativa.

Altman foi abruptamente removido de seu cargo, provocando uma semana de drama na empresa de tecnologia que quase o levou a ingressar na Microsoft, investidora da OpenAI, antes de ser reintegrado como CEO junto com uma nova diretoria inicial que não o incluía.

Publicidade

“Concluímos por unanimidade que Sam e [cofundador] Greg [Brockman] são os líderes certos para OpenAI”, disse o presidente do conselho, Bret Taylor, no anúncio.

A revisão interna foi conduzida pelo escritório de advocacia WilmerHale e incluiu entrevistas com dezenas de indivíduos e uma avaliação de mais de 30.000 documentos, disse a OpenAI.

Citou também uma “quebra de confiança” entre o conselho anterior e Altman. Embora o conselho tenha agido dentro de seu critério, o relatório concluiu que a conduta de Altman “não exigia a remoção”.

“O conselho anterior acreditava na época que suas ações iriam mitigar os desafios de gestão interna e não previu que suas ações desestabilizariam a empresa”, escreveu WilmerHale. “A decisão do conselho anterior não surgiu de preocupações com a segurança do produto, o ritmo de desenvolvimento, as finanças da OpenAI ou suas declarações a investidores, clientes ou parceiros de negócios.”

Publicidade

Houve rumores de que Altman havia sido removido porque a pesquisa de IA da empresa havia feito uma descoberta potencialmente perigosa.

Novos membros na OpenAI

Enquanto isso, a OpenAI anunciou a escolha de três novos membros do conselho: Sue Desmond-Hellmann, ex-CEO da Fundação Bill e Melinda Gates; Nicole Seligman, ex-vice-presidente executiva e conselheira geral global da Sony; e Fidji Simo, CEO e presidente da Instacart. Eles se juntam aos atuais membros Adam D’Angelo, Larry Summers, Bret Taylor, e Sam Altman.

O conselho também fez alterações na estrutura de governança da OpenAI, incluindo novas diretrizes de governança corporativa, uma política de conflito de interesses fortalecida, uma linha direta de denúncia para funcionários e contratados e comitês adicionais do conselho focados na missão e estratégia.

A reintegração de Altman no conselho ocorre poucos dias depois de Elon Musk, que ajudou a fundar a OpenAI, entrar com uma ação judicial contra a empresa e seus líderes, acusando-os de violar acordos contratuais e abandonar a missão original de desenvolver IA para o “benefício da humanidade” em vez de lucro.

Publicidade

Em resposta ao processo de Musk, a empresa divulgou uma série de e-mails internos sugerindo que Musk também estava focado nos lucros.

“Se você não consegue competir seriamente, mas continua a fazer pesquisas abertamente, você pode de fato estar piorando as coisas e ajudando-os ‘de graça’, porque quaisquer avanços são bastante fáceis de serem copiados e incorporados imediatamente, em escala”, teria escrito Musk.

O regresso de Altman ao conselho e a expansão do seu número de membros ocorrem em meio a preocupações crescentes sobre o rápido desenvolvimento e os riscos potenciais da inteligência artificial.

Como uma das principais organizações de investigação em IA, a OpenAI tem enfrentado um escrutínio crescente sobre a sua governação, transparência e alinhamento com a sua missão declarada.

“Reconhecemos a magnitude do nosso papel na gestão de tecnologias transformadoras para o bem global”, disse Taylor.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Paolo Ong, da SEC Filipinas

Termina prazo para saída da Binance das Filipinas e reguladores avisam: “Não há como sacar fundos após bloqueio”

“Não podemos endossar nenhum método de como retirar seu dinheiro agora que a ordem de bloqueio foi emitida”, disse o regulador filipino
silhueta de executivo triste em frente a computador

Trader que lucrou milhões com manipulação de preços vai a julgamento; caso pode impactar setor DeFi

Trader que lucrou US$ 100 milhões manipulando preços na exchange descentralizada Mango Markets começa a ser julgado hoje nos EUA
Fusão da imagem de uma moeda de bitcoin com a bandeira do Paraguai

Senadores do Paraguai querem pausar toda atividade ligada ao Bitcoin; entenda

Projeto de lei quer que atividades como mineração, compra e venda de Bitcoin sejam suspensas por 180 dias
moedas de Bitcoin sobre notas de ienes

Anúncio de investimento em Bitcoin faz ações de empresa asiática disparar 90%

Seguindo o manual da MicroStrategy, a empresa japonesa Metaplanet está atraindo forte interesse dos investidores