Imagem da matéria: R$ 1,9 bilhão é liquidado do mercado de criptomoedas em meio ao recuo do Bitcoin
Foto: Shutterstock

O preço do Bitcoin caiu abaixo de US$ 43 mil nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (11), praticamente apagando os ganhos da última semana e causando quase US$ 390 milhões em liquidações no mercado futuro de criptomoedas nas últimas 24 horas.

No momento da publicação, o Bitcoin está sendo negociado a cerca de US$ 42.400, uma queda de 3% nas últimas 24 horas — tendo caído para US$ 41.800 no último dia, segundo dados do CoinGecko.

Publicidade

Dos quase US$ 402 milhões (R$ 1,9 bilhão) em posições de cripto liquidadas no último dia, pouco mais de US$ 345 milhões eram posições longas — que apostavam na alta dos ativos —, de acordo com dados do CoinGlass. Mais de 109 mil traders foram liquidados nas últimas 24 horas.

Do total de liquidações neste período, o Bitcoin registrou mais de US$ 103 milhões em liquidações, dos quais US$ 89 milhões eram posições de compra.

A queda do Bitcoin durante a noite coloca um obstáculo no caminho da recuperação da semana passada do mercado de criptoativos, com a capitalização geral do mercado caindo 3,1% nas últimas 24 horas, para US$ 1,65 trilhão.

O tropeço do Bitcoin significa que os ganhos da semana passada foram reduzidos para apenas 1,8%. No entanto, a criptomoeda ainda subiu mais de 14% no último mês e 13% na última quinzena, e incríveis 146% no último ano.

Publicidade

Essa tendência de alta foi alimentada pelo otimismo em relação à possível aprovação de um ETF de Bitcoin à vista pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, que realizou várias reuniões com candidatos nas últimas semanas.

No mercado mais amplo, há também uma expectativa crescente de que o Federal Reserve cortará as taxas de juros em 2024; o Goldman Sachs revisou sua projeção na manhã de segunda-feira para dois cortes em 2024, sendo o primeiro esperado para o terceiro trimestre.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

You May Also Like
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin supera os US$ 52 mil em busca de novas máximas; fluxos para ETFs de BTC já superam US$ 4 bi

Manhã Cripto: Bitcoin supera os US$ 52 mil em busca de novas máximas; fluxos para ETFs de BTC já superam US$ 4 bi

Alta do Bitcoin para máximas não vistas há mais de dois anos também puxa as altcoins, com o Ethereum chegando aos US$ 2.800
Sam Bankman-Fried da FTX fando em vídeo

Pena de Sam Bankman-Fried pode ser mais leve que o imaginado, diz imprensa

A valorização do mercado cripto pode ser suficiente para pagar credores da corretora FTX e aliviar pena do fundador Sam Bankman-Fried
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) próxima a uma seta que indica uma alta nos preços

Qual é o preço real que o Bitcoin deve atingir para superar seu recorde histórico de US$ 69 mil?

Um único Bitcoin não compra o que costumava comprar. Veja como o ativo se comporta quando comparado à inflação na economia dos EUA
Fundador da FTX fora do Tribunal de Manhattan EUA

Surge primeira foto de Sam Bankman-Fried na prisão; veja

Foto teria sido tirada em 17 de dezembro e Sam Bankman-Fried parece estar mais magro do que em período do julgamento de seu caso