Imagem da matéria: Procurado pela polícia, CEO de corretora de bitcoin da Turquia reaparece e diz que fundos estão seguros
CEO da empresa, Faruk Fatih Ozer (Foto: Reprodução)

O CEO da Thodex, corretora de criptomoedas da Turquia que saiu do ar e suspeito de fraude, publicou na noite de quinta-feira (22) em seu perfil no Twitter que teve que interromper as negociações da exchange para investigar um suposto ataque hacker.

Segundo Faruk Fatih Ozer, no entanto, os US$ 2 bilhões em criptomoedas dos 391.000 investidores da empresa estariam seguros. “Nenhum cliente será afetado”, escreveu ele.

Publicidade

Apesar de tentar apaziguar a situação, Ozer, segundo o governo turco, teria fugido para a Albânia, pequeno país localizado no sudeste da Europa. A Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) – a pedido da Turquia – emitiu um aviso vermelho contra ele.

Na manhã desta sexta-feira (23), a polícia do país prendeu 62 pessoas que podem estar envolvidas com a exchange, segundo a Anadolu, agência oficial de notícias do país.

Além das prisões, o governo apreendeu documentos da corretora. O conselho de investigação de crimes financeiros da Turquia, chamado de MASAK, também bloqueou as contas bancárias do negócio.

Foto: Divulgação/ Agência Anadolu

Desespero dos clientes

No Twitter, diversos clientes enviaram mensagens lamentando a situação ou pedindo ajuda para membros do governo.

“Prezado ministro @thodexofficial. Eu não quero dinheiro. Thodex abra minha conta, deixe-me transferir meu saldo em criptomoedas para outra carteira. Eles podem fazer isso. Peço que você (ministro) faça o que for necessário para remediar esta reclamação”, disse um deles.

Publicidade

“Amigos que investiram dinheiro (na Thodex) , espero que consigar receber o valor”, disse outro usuário em um comentário no perfil do Twitter do CEO da exchange.

Turquia contra as criptomoedas

O governo da Turquia não é muito fã das criptomoedas. Na semana passada, o Banco Central do país proibiu o uso de bitcoin e altcoins como forma de pagamento de bens e serviços. A nova legislação entra em vigor no dia 30 de abril.

O anúncio foi feito no momento em que os ativos digitais estavam a todo vapor no país, que viu sua moeda – a lira turca – enfraquecer e atingir baixas históricas no mês passado por causa da inflação.

Em março, as buscas por bitcoin no Google disparam no país — chegando a 100 numa escala de 0-100 — após desvalorização da moeda local.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas
Ministro Zhaslan Madiyev ex-gerente Binance Cazaquistão

Gerente da Binance é nomeado ministro de Desenvolvimento Digital no Cazaquistão

Depois de passagens por bancos e órgãos do governo cazaquistanês, Zhaslan Madiyev ocupa agora o maior cargo do Ministério de Desenvolvimento Digital, Inovações e Indústria Aeroespacial
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país