Imagem da matéria: Bitcoin cai enquanto Turquia proíbe pagamentos com criptomoedas
Foto: Shutterstock

Bitcoin e outras criptomoedas foram proibidas como forma de pagamento de bens e serviços na Turquia, de acordo com um aviso publicado na manhã desta sexta-feira (16) pelo banco central do país.

O Bitcoin caiu 2% para aproximadamente US$ 61.600 logo após o anúncio, que citou possíveis danos “irreparáveis” e riscos significativos com transações envolvendo criptomoedas. A nova legislação entra em vigor no dia 30 de abril.

Publicidade

As criptomoedas estavam em meio a um boom no país, que viu a inflação enfraquecer o valor da lira turca. A lira turca atingiu uma baixa histórica no mês passado, coincidindo com um aumento nas pesquisas turcas de Bitcoin no Google.

O Banco Central da Turquia (CBRT) disse que a proibição do uso direto ou indireto de criptomoedas e outros ativos digitais era necessária porque esses ativos “não estavam sujeitos a quaisquer mecanismos de regulamentação e supervisão nem a uma autoridade reguladora central”, entre outros riscos de segurança.

A Turquia é responsável por uma grande porcentagem do uso de criptomoedas no Oriente Médio. O país ocupa o 29º lugar entre 154 países no índice de adoção global de criptomoedas da empresa forense Chainalysis – e o número um no Oriente Médio. Na bolsa BTCTurk, com sede na Turquia, o comércio mais comum é a lira por Bitcoin.

“A lira [turca] tem estado extremamente volátil nos últimos anos, o que levou alguns a transferirem parte de suas economias para criptomoeda”, observou o relatório Chainalysis.

Publicidade

O relatório também mostrou que a adoção preexistente de fintech móvel e plataformas de pagamentos era maior na Turquia do que em outros lugares da região e que, se uma estrutura regulatória sólida fosse adotada, provavelmente levaria a ainda mais adoção de criptos.

No entanto, as autoridades turcas optaram por uma postura mais draconiana, em contraste com outras nações da região, como os Emirados Árabes Unidos.

Em março, um representante da indústria de criptomoeda turca disse ao Decrypt que os temores sobre os controles de capital podem levar os cidadãos comuns a buscar alternativas que não envolvam contas bancárias regulares.

Como a Índia e vários outros países que tentaram proibir as criptomoedas antes, a Turquia pode querer reconsiderar sua medida drástica.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
bitcoin e ethereum em grafico vermelho de queda

Bitcoin e Ethereum passam a cair e provocam liquidações de US$ 150 milhões

Tanto o Bitcoin quanto o Ethereum despencaram na manhã de sexta-feira (10), provocando uma onda de liquidação de longo prazo
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Preço do Bitcoin atingirá US$ 1 milhão até 2030, diz Jack Dorsey

Em uma entrevista recente, o cofundador do Twitter e da Block argumentou que o Bitcoin poderia atingir US$ 1 milhão e ir “além” no futuro