Imagem da matéria: Primeiro restaurante do Brasil a servir carne com ouro pertencia a divulgador de pirâmide de criptomoedas
Carne folheada a ouro do restaurante Dubai One (Reprodução)

Em meio às críticas sobre os jogadores da Seleção Brasileira terem provado carne com ouro no Catar, surge uma nova informação sobre esse tipo de iguaria.

De acordo com uma publicação do site O Globo na quarta-feira (07), a carne folheada a ouro podia ser degustada em um restaurante em São Paulo. Um dos dos sócios do local era Gabriel Rodrigues, um dos divulgadores da pirâmide financeira DD Corporation.

Publicidade

A quadrilha por trás da pirâmide teria deixado um prejuízo de R$ 300 milhões e atingido 44 mil pessoas, aplicando um golpe que prometia um rendimento de até 250% ao ano com uso de criptomoedas.

O restaurante, chamado Dubai One, especializado na culinária árabe — destacado anteriormente em publicações do Portal do Bitcoin com sendo de Rodrigues – servia a iguaria por R$ 279, para uma pessoa, preço 30 vezes menor que no Catar. No país árabe, o “bife de ouro” custa o equivalente a cerca de R$ 9 mil, segundo O Globo.

O local funcionou entre entre 2021 e julho de 2022 e costumava ser frequentado por celebridades como a modelo Raissa Barbosa, a youtuber Viih Tube e a ex-BBB Kerline, segundo a publicação. O slogan do negócio dizia que se tratava do “primeiro restaurante com carne de ouro no Brasil”.

Na página da Dubai One no Facebook, a iguaria foi batizada de “Sheik’s Gold Steak”.

Foto: Divulgação/Dubai One

Na semana passada, vários jogadores da seleção, incluindo o atacante Vini Junior, foram experimentar o prato famoso no restaurante Nusr-et, localizado em Doha. Imagens do jantar então passaram a circular pela internet recheadas de críticas; uma delas foi do padre Júlio Lancellotti, que disse que a cena era constrangedora, conforme publicação da CNN Brasil.

Publicidade

De acordo com a Folha de Pernambuco, na quarta-feira (07) Vini comentou sobre assunto:

“Acredito que na folga posso fazer o que bem entender. Quando estou de folga tento me distrair ao máximo, estar com meus amigos, família, fazer o que eu acho que é melhor para mim. Não acredito que devam falar o que temos que fazer ou não, mas sim cobrar o que fazemos em campo”.

Sheik do Bitcoin e a pirâmide DD Corporation

Acerca do dono do Dubai One, Gabriel Rodrigues, que ficou famoso pelo envolvimento com a pirâmide financeira DD Corporation — conhecida também por Dreams Digger -, recebeu no início deste ano uma batida da Polícia Federal em sua casa, quando os agentes dois veículos de luxo, entre eles uma McLaren avaliada em mais de R$ 3 milhões.

Gabriel Rodrigues, que atuou como divulgador quando a DD ainda usava o nome ‘‘Dreams Digger’, ostenta uma vida de luxo nas redes sociais. Mas isso não é de agora: o Portal do Bitcoin revelou há cerca de dois anos que o mesmo acontecia, enquanto as vítimas do golpe estavam em pânico.

Participe da comunidade de WEB3 que mais cresce no Brasil. Clique aqui e venha conversar no Discord com os maiores especialistas do país.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas douradas à frente de bandeira do Brasil

Fundos de criptomoedas têm semana negativa, mas Brasil registra entrada de R$ 15 milhões

Brasil segue momento positivo para fundos de criptomoedas, enquanto produtos ao redor do mundo têm semana negativa com queda dos preços
Imagem da matéria: PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

“Vandathegod” foi responsável pelo maior vazamento de dados da história do Brasil
Pai Rico Pai Pobre Robert Kiyosaki posa para foto

Autor de “Pai Rico, Pai Pobre” explica por que não vai comprar ETF de Bitcoin

Robert Kiyosaki defende há anos Bitcoin, ouro e prata como as maiores reservas de valor
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) cai para US$ 69 mil e mercado reduz apostas em ETF de Ethereum

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) cai para US$ 69 mil e mercado reduz apostas em ETF de Ethereum

Quedas resultaram em quase US$ 200 milhões em posições de derivativos alavancadas liquidadas em diversos criptoativos, segundo CoinGlass