Imagem da matéria: Político russo quer prender quem minerar criptomoedas ilegalmente
Andrey Lugovoy (Foto: Wikipedia)

Um membro do Congresso da Rússia está elaborando projeto de lei que prevê prisão para mineradores de criptomoedas que estão conectando suas rigs de forma ilegal ao sistema de fornecimento de energia elétrica.

O deputado Andrey Lugovoy disse que o Partido Democrático Liberal, do qual faz parte, está preparando um projeto de lei que irá regulamentar a mineração de criptomoedas.

Publicidade

Segundo o portal News Bitcoin, citando entrevistas que deputado deu para veículos russos, o objetivo é estabelecer tarifas de eletricidade diferentes para mineradores e aplicar impostos sob os lucros.

O deputado acusa os mineradores de usarem energia elétrica barata subsidiada sem pagar os impostos devidos.

Uma reportagem do Financial Times aponta que, após a repressão da China aos mineradores, a maior parte dos profissionais que estavam no país asiático levaram seus equipamentos para a Rússia.

De um total de 430 mil máquinas, 205 mil foram para a Rússia.

Rússia e as criptomoedas

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, fez em outubro pela primeira vez um aceno para as criptomoedas.

“Penso que [as criptomoedas] têm valor. Mas acho que não podem ser utilizadas para o comércio de petróleo”, disse o líder europeu durante a “Semana da Energia na Rússia”.

Putin abordou o tema ao responder uma pergunta da emissora americana CNBC. O presidente russo disse achar “muito cedo para falarmos em troca de recursos energéticos por criptomoedas” e que “a criptomoeda ainda não é suportada por nada”.

Publicidade

Segundo a CNBC, Putin também disse que o consumo de energia para minerar criptomoedas é uma barreira para a adoção em grande escala.

Relação conflituosa com criptos

O aceno de Putin, mesmo que dúbio, veio após posições beligerantes em relação as criptomoedas.

O Banco Central da Rússia publicou em julho um comunicado que expõe a posição do regulador do mercado de capitais do país contrária a ofertas nas bolsas de valores de produtos financeiros baseados em criptomoedas, incluindo ativos e títulos. De acordo com o texto, a entidade não recomenda, por exemplo, fundos de índices (ETFs) lastreados em bitcoin.

Além disso, nesse mesmo mês, foi divulgado que o governo da Rússia está elaborando uma lei para permitir que os órgãos de aplicação da lei possam confiscar bitcoin e outras criptomoedas que se tornaram fontes de renda do crime. A informação foi divulgada procurador-geral, Igor Krasnov, durante uma conferência em São Petersburgo.

Já em outubro do ano passado, o governo da Rússia disse que iria obrigar todos os funcionários públicos a declarar bitcoin e outras criptomoedas a partir de 2021.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO da Messari Ryan Selkis

CEO da Messari renuncia após apoio extremista a Trump gerar reações negativas

Ryan Selkis disse a um usuário não americano do Crypto Twitter que ele deveria ser deportado do país por suas “visões esquerdistas”
Logotipo da BlockFi na tela de computador

BlockFi vai distribuir criptomoedas para 100 mil credores este mês

Clientes elegíveis receberão uma notificação no e-mail da conta BlockFi registrada
Joe Biden posa para foto

Memecoins de potenciais substitutos de Joe Biden disparam até 200% após ele pegar Covid-19

Memecoins inspiradas em Kamala Harris e Gavin Newsom chegaram a disparar até 200% após Joe Biden anunciar que está com Covid-19
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin finaliza o Batch #4 do Next e anuncia participação no próximo programa de aceleração

Mercado Bitcoin finaliza o Batch #4 do Next e anuncia participação no próximo programa de aceleração

A iniciativa reuniu startups com o objetivo de desenvolver soluções que aprimorassem a experiência do cliente no universo DeFi