Imagem da matéria: Polícia Federal prende auditores da Receita no Rio suspeitos de operações de câmbio ilegais
Foto: Wikipedia

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta quarta-feira (17) dois auditores da Receita do Estado do Rio de Janeiro durante a ‘Operação Recorrência’. Na casa de um deles, em São José dos Campos (SP), foram apreendidos R$ 37.750,00.

Segundo o órgão, eles são suspeitos de movimentar altas quantias por meio de um sistema de operações de câmbio ilegais.

Publicidade

“Foi possível identificar movimentação de altas quantias pertencentes a dois auditores da receita estadual do Rio de Janeiro”, disse a PF em comunicado.

A Operação Recorrência é um desdobramento da ‘Operação Câmbio Desligo’, iniciada no ano passado, e que investiga a compra ilegal de moedas.

Por meio da ação, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária, expedidos pela 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro. Os alvos estavam na Barra da Tijuca (RJ) e em São José dos Campos, informou a PF.

De acordo com a entidade, os auditores mantêm contas no exterior em nome de offshores, empresas abertas em territórios onde há menor tributação.

Publicidade

Segundo o Ministério Público Federal, trata-se de um esquema de lavagem de dinheiro que utilizava essas empresas e que teria a participação de doleiros.

Ainda segundo a PF, os auditores integravam um braço na Secretaria de Fazenda da organização criminosa chefiada pelo ex-governador Sérgio Cabral.

“Os auditores atuaram durante anos em detrimento do Estado do Rio de Janeiro”, acrescentou a PF.

Operação da Polícia Federal

Em novembro do ano passado, a Polícia Federal desarticulou uma organização criminosa investigada na Operação Câmbio Desligo.

Nas investigações, informou a PF, foram identificados cerca de US$ 20 milhões ocultados, sendo mais de US$ 17 milhões num banco nas Bahamas e o restante pulverizado no Paraguai entre doleiros, casas de câmbio, empresários, políticos e uma advogada.

Na ocasião, participaram da ação aproximadamente 100 policiais federais em parceria com o Ministério Público Federal e a Receita Federal.

Publicidade

Segundo a PF, foram cumpridos 37 mandados judiciais expedidos pela 7a Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, na cidade do Rio de Janeiro e Armação dos Búzios, Grande São Paulo e Ponta Porã, Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai.


BitcoinTrade: Negocie criptomoedas com segurança e agilidade!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. 95% dos depósitos aprovados em menos de 1 hora! Acesse: bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns