Imagem da matéria: Paypal compra a empresa de custódia de bitcoin e aumenta presença no mercado
Foto: Shutterstock

A empresa de pagamentos eletrônicos PayPal anunciou a compra da Curv, nesta segunda-feira (8), de acordo com um comunicado oficial. A Curv é uma empresa israelense de custódia de criptomoedas baseadas na nuvem.

É um novo um indício de que a gigante de pagamentos está fincando os pés no mercado. O foco da empresa israelense, criada em 2018, é o de eliminar a utilização de chaves privadas para acessar as carteiras de criptomoedas por meio do protocolo de computação multipartidária (MPC) — um método de criptografia descentralizada.

Publicidade

“A aquisição da Curv é parte do nosso esforço de investir no talento e na tecnologia que vão ajudar na missão de criar um sistema financeiro mais inclusivo”, afirmou Jose Fernandez da Ponte, que é vice-presidente do núcleo de moedas digitais da PayPal. Ele alega, ainda, ter ficado impressionado com o talento e o empreendedorismo mostrados pela empresa adquirida.

Por outro lado, o PayPal não revelou os valores envolvidos no negócio, que vai ser concluído ainda na primeira metade de 2021.

PayPal e bitcoin

O PayPal anunciou a entrada no setor dos criptoativos em outubro de 2020. Naquela época, o movimento foi visto como positivo por grande parte do mercado. A ideia era a de que a empresa poderia facilitar a entrada de novos investidores nesse meio, que ainda é relativamente desconhecido pelos investidores tradicionais.

Para Andreas Antonopoulos, um dos pioneiros do Bitcoin, criticou o sistema da empresa. “Se você comprou seu bitcoin no PayPal, você não comprou bitcoin, mas sim uma exposição ao preço do bitcoin, mediada por um custodiante que você acreditar ter boas práticas de gerenciamento de risco, mas que você não pode auditar para verificar a existência real de reservas”, criticou o especialista, em dezembro de 2020.

Publicidade

Outra questão é de que a compra de bitcoin (BTC) e outras criptomoedas não está disponível para todos os clientes da companhia. A partir de novembro do ano passado, os clientes americanos já podiam investir no setor. Agora, a empresa está expandindo o serviço para outras partes do mundo, como é o caso do Reino Unido. No Brasil, a compra de criptomoedas ainda não está prevista.

Atualmente, os clientes americanos do PayPal podem negociar bitcoin, ethereum (ETH, litecoin (LTC) e bitcoin cash (BCH). Além disso, se estima que ela possui quase 350 milhões de clientes em todo o mundo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Dogecoin está se aproximando de uma "cruz dourada": o que isso significa?

Dogecoin está se aproximando de uma “cruz dourada”: o que isso significa?

Média móvel simples de 50 semanas (SMA) do preço spot da Dogecoin está atualmente em alta e pode passar barreira das 200 semanas
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).