Imagem da matéria: Por que o PayPal pode dar início à adoção em massa do Bitcoin
Foto: Shutterstock

O gigante dos pagamentos online, PayPal, anunciou hoje que seus clientes logo poderão comprar, vender e gastar Bitcoin e outras criptomoedas. Além de fazer o preço do Bitcoin disparar, ele está sendo saudado como um divisor de águas para a indústria de criptomoedas em geral.

De acordo com Statista, o número de contas de usuário ativas do PayPal atingiu 346 milhões no segundo trimestre de 2020. Mesmo que os novos recursos estejam disponíveis apenas para residentes dos EUA inicialmente, ainda é um número significativo de pessoas que serão expostas ao mercado de criptomoedas, muitos pela primeira vez.

Publicidade

346 milhões de usuários do PayPal terão acesso ao Bitcoin

Como mostram os dados coletados pela agência australiana de marketing digital E-Web Marketing, cerca de 43% dos usuários do PayPal são dos EUA, enquanto 87% da geração de millennials nos EUA usa o PayPal para receber e enviar dinheiro. Isso significa que, no lançamento, cerca de 150 milhões de pessoas poderão comprar, vender e gastar criptomoedas no ambiente familiar de suas carteiras do PayPal.

O número diminui a base de usuários de serviços de pagamento digital rivais. Por exemplo, o Cash App, desenvolvido pela Square, do criador do Twitter, tem uma média de 30 milhões de usuários ativos mensais. As populares plataformas de criptomoedas Revolut e Robinhood têm cerca de 13 milhões de usuários ativos cada.

Falando ao Decrypt, Jason Deane, analista da Quantum Economics, observou que o anúncio do PayPal é um marco para a adoção em massa do Bitcoin e de outras criptomoedas.

“Na minha opinião, este é um movimento extremamente significativo para a adoção da criptomoeda que provavelmente expandirá o alcance do Bitcoin em um nível amplamente acelerado, impulsionará o desenvolvimento de serviços adicionais e servirá como um endosso sólido do conceito de criptomoeda levando a mais instituições”, disse Deane ao Decrypt, acrescentando que “este pode muito bem ser o momento considerado fundamental quando os livros de história do Bitcoin são escritos”.

Publicidade

Serviço de circuito fechado do PayPal

No entanto, alguns analistas argumentaram que o sistema do PayPal não é uma maneira “verdadeira” de comprar e manter criptomoedas. Afinal, a empresa disse que não há opções para mover a criptomoeda para dentro, para fora ou entre contas do PayPal – pelo menos “atualmente”.

“Atualmente, o PayPal oferece esse serviço apenas para os Estados Unidos e, pelo que parece, é muito básico, o que significa que é um circuito fechado – ou seja, você não pode sacar seu Bitcoin e usá-lo em outro lugar ou enviar seu Bitcoin para fora do PayPal em seu sistema”, observou Danny Scott, fundador e CEO da CoinCorner, com sede no Reino Unido.

Ainda assim, da perspectiva da indústria, o grande número de potenciais novos usuários do Bitcoin ofusca as limitações iniciais do PayPal em termos de impacto positivo, acrescentou.

“O anúncio ainda é uma ótima notícia pois mostra um passo positivo para a indústria e traz ainda mais credibilidade para o Bitcoin e seu futuro”, disse Scott.

Publicidade

Esse sentimento também foi compartilhado por Stephen Palley, sócio do escritório de advocacia Anderson Kill em Washington D.C., especializado em casos relacionados a blockchain e criptomoeda.

Ele twittou que a mudança do PayPal é “um sinal de normalização da classe de ativos”, acrescentando que muitas pessoas “parecem não entender o valor do marketing de marca”.

Da mesma forma, Nigel Green, o presidente-executivo do deVere Group e um importante defensor das criptomoedas, chamou o anúncio do PayPal de “um grande passo em direção à adoção em massa de moedas digitais”.

“Inacreditavelmente, ainda existem alguns ‘especialistas’ financeiros que acreditam que as criptomoedas não são o futuro do dinheiro. A decisão de uma das maiores empresas de pagamento do mundo de permitir que os clientes comprem, vendam e mantenham Bitcoin é outro exemplo que expõe os negadores do Bitcoin e os cínicos da criptomoeda como estando do lado errado da história”, disse Green.

Ele também observou que, do jeito que as coisas estão atualmente, existe a possibilidade de um “mini-boom semelhante ao do final de 2017”.

Publicidade

“Os preços ainda não alcançaram o interesse dos investidores – mas isso é apenas uma questão de tempo, já que os investidores não vão querer perder uma possível alta de preços”, acrescentou.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza após a montanha-russa da inflação e da taxa de juros

Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza após a montanha-russa da inflação e da taxa de juros

Taxas de juros desempenham um papel fundamental na ação do preço dos ativos de risco, como as criptomoedas e o mercado de ações
homens em miniaturas lidando com moeda gigante de bitcoin

Gigante das telecomunicações chinesa investirá US$ 13,5 milhões na mineração de Bitcoin

Entrada na mineração de Bitcoin marca mudança significativa para a Coolpad, que tradicionalmente se concentrou no mercado de smartphones
Imagem da matéria: Ex-diretor do governo Trump diz que Bitcoin pode bater US$ 170 mil com reeleição de Biden

Ex-diretor do governo Trump diz que Bitcoin pode bater US$ 170 mil com reeleição de Biden

“Se você é um capitalista, a coisa mais importante que você precisa em uma sociedade é a previsibilidade da lei”, disse Scaramucci
Imagem de Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como Faraó do Bitcoin

Gilmar Mendes mantém prisão de Glaidson Acácio dos Santos, criador da GAS Consultoria

A defesa do ‘Faraó do Bitcoin’ alegou problemas psiquiátricos e uso de medicamento controlado, além de questionar a jurisdição acerca da competência para os processos