Imagem da matéria: Paulo Guedes estuda imposto sobre transações em aplicativos de celular e internet banking
O ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na quarta-feira (18) que o governo estuda a criação de um imposto em meios digitais na iminente Reforma Tributária.

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, o novo meio de arrecadação viria de transações via aplicativos de celular e internet banking.

Publicidade

Há tempos Guedes vem defendendo a criação de um novo imposto sobre transações financeiras análogo à extinta CPMF. Entretanto, devido a críticas dentro do governo, ultimamente ele praticamente excluiu a sigla do vocabulário.

Contudo, o ministro acredita que o tributo traria geração de empregos, aumento de arrecadação e poderia substituir outros impostos.

CPMF digital de Paulo Guedes

No entanto, ao citar os planos do “imposto digital”, diz a Folha, Guedes fez questão de frisar que a proposta não seria igual à CPMF.

Ele chegou a tachar a CPMF de “imposto maldito”, citando a reprovação do presidente Jair Bolsonaro à ideia.

O presidente teria ordenado ao ministro a eliminação de uma nova CPMF dos estudos de reforma tributária — assunto que inclusive derrubou Marcos Cintra, ex-secretário da Receita Federal defensor do imposto.

Contudo, Guedes acredita que as transações por meios digitais estão ganhando força — algo que já é constatado por estudos sobre o setor.

Publicidade

Por conta disso, acredita, o governo precisa encontrar meios para viabilizar tributos sobre esses serviços — “um imposto que tribute essa transação digital”, disse o ministro.

Ele explicou que outras opções, como a de compensar a desoneração da folha de pagamentos com aumento de tributos existentes, não seriam viáveis no atual momento. Isso porque os impostos já são muito altos.

Portanto, é provável que surja um novo imposto, seja este tipo de ‘CPMF digital’ ou outro. Desde que assumiu o comando da política econômica brasileira, Guedes adotou uma postura dura para arrecadar mais dinheiro para o governo.

No entanto, diz a Folha, a proposta estudada inicialmente pela equipe econômica previa um tributo sobre pagamentos muito mais amplo, ou seja, em qualquer que fosse a transação.

Publicidade

Não é só o Paulo Guedes

E qual seria o impacto de uma possível nova CPMF junto ao mercado de criptomoedas?

Em setembro, o Portal do Bitcoin destacou que o imposto poderia gerar um impacto duplo: tornar os ativos mais caros e, ao mesmo tempo, deixá-los mais populares.

Isso porque o custo para se adquirir um bitcoin ou qualquer criptomoeda no Brasil aumentaria. Por outro lado, o uso da nova tecnologia poderia crescer e servir como meio de burlar o imposto.

Em julho, o presidente da Fiesp também cogitou essa possibilidade. Ao criticar o novo imposto, Paulo Skaf disse que quem operar com criptomoedas vai poder fugir do tributo.

“Isso naturalmente iria levar a uma migração para outras formas de pagar, como as criptomoedas. Vai ser uma coisa injusta: quem operar em criptomoeda não paga, e quem operar em real vai pagar”, disse.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”