Imagem da matéria: Quem operar com criptomoedas vai poder fugir da nova CPMF, diz presidente da Fiesp
Paulo Skaf durante a entrevista (Foto: Felipe Max/Fiesp)

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, criticou a ideia da criação de um imposto único, semelhante à antiga CPMF. Para ele, quem operar com criptomoedas vai poder fugir do tributo, disse à Folha de São Paulo nesta quarta-feira (24).

Na entrevista ao jornal, Skaf afirmou que seria um convite à sonegação, o que pode gerar situações inviáveis em diversos setores, se o imposto fosse algo em torno de 9%.

Publicidade

“Isso naturalmente iria levar a uma migração para outras formas de pagar, como as criptomoedas. Vai ser uma coisa injusta: quem operar em criptomoeda não paga, e quem operar em real vai pagar”, disse Skaf ao jornal.

O assunto, contudo, era sobre o imposto único sobre movimentações financeiras, o que ele chamou de enganação e marquetagem. Segundo a Folha, a reforma tributária colocou o presidente da Fiesp em oposição a outras lideranças empresariais de peso.

Ele foi contra a proposta do Instituto Brasil 200, que em 16 de julho reuniu empresários bolsonaristas que defendem um tributo semelhante à CPMF para a reforma. Skaf estava presente.

“É se enganar. É uma certa tapeação”, disse o presidente.

Segundo o jornal, Skaf disse que faz mais sentido juntar impostos federais num único tributo com alíquota menor, deixando de fora o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que é estadual.

Publicidade

“Eu sonho ter um único imposto, fácil de recolher, barato para quem paga e recebe, com alíquota pequena. Na vida real essa situação não é possível”, lamentou Skaf.

O empresário e político acredita que em um único imposto teríamos que ter alíquotas absurdas na casa de 35%.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização
Imagem da matéria: Memecoin que usa nome de Trump rouba R$ 410 mil de investidores

Memecoin que usa nome de Trump rouba R$ 410 mil de investidores

Endereço despejou uma enorme quantidade do token TrumpAI, recebeu R$ 410 mil em WETH e derrubou o preço em 100%
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”