Celular com o logo da OpenSea e imagens NFT
(Foto: Shutterstock)

Mark Cuban e o criador do Bored Ape Yacht Club, Yuga Labs, estavam entre os principais personalidades que se manifestaram na sexta-feira (18) contra a plataforma de negociação de NFTs OpenSea. Um dia antes, a empresa anunciou que pretende encerrar a aplicação das taxas de royalties para os criadores.

“Não coletar e pagar royalties nas vendas de NFTs é um ERRO ENORME da OpenSea”, escreveu Cuban, o bilionário empreendedor de tecnologia, no Twitter na sexta-feira. “Isso diminui a confiança na plataforma e prejudica a indústria.”

Publicidade

As palavras de Cuban geralmente têm peso no espaço de NFTs, dada a visibilidade pública do proprietário do Dallas Mavericks e seu envolvimento de longa data na indústria de criptomoedas.

No entanto, provavelmente tiveram um impacto ainda maior dado o fato de que Cuban é ele mesmo um investidor da OpenSea, tendo participado da rodada de financiamento da Série A da empresa no valor de US$ 23 milhões em 2021. O mercado de NFTs atualmente é avaliado em US$ 13,3 bilhões, após uma rodada de financiamento da Série C no ano passado.

Na quinta-feira, após meses de preparação, a OpenSea anunciou seus planos de parar de aplicar as taxas obrigatórias de royalties para criadores – cobranças que normalmente variam de 2,5% a 10%, adicionadas às vendas secundárias de NFTs e pagas aos criadores.

A ação foi em grande parte vista como uma capitulação à concorrência de outras plataformas de NFTs que também reduziram as taxas de royalties dos criadores na tentativa de atrair compradores. O CEO e co-fundador da OpenSea, Devin Finzer, havia defendido vigorosamente as taxas dos criadores como essenciais para proteger os direitos dos artistas.

Publicidade

Juntando-se à condenação de Cuban à decisão da OpenSea na sexta-feira, estavam os criadores de diversos projetos de NFTs de alto perfil, incluindo a Yuga Labs. Em resposta à mudança de política, a Yuga Labs planeja começar o processo de encerrar sua compatibilidade com a OpenSea.

Um porta-voz da Yuga Labs confirmou à Decrypt que isso significa que, até fevereiro de 2024, a empresa não permitirá que a OpenSea negocie novos projetos da Yuga e qualquer projeto que possua contratos inteligentes atualizáveis. Até o momento, as vendas das coleções da Yuga geraram mais de $9 bilhões em negociações de NFTs em todo o mercado de NFTs, de acordo com dados do CryptoSlam.

Outros criadores, incluindo Betty, a fundadora pseudônima do projeto de NFT Deadfellaz, pediram um boicote amplo à OpenSea. Ela criticou a empresa por falhar com os artistas, especialmente os sub-representados, ao abandonar o princípio cripto-nativo de apoiar a descentralização por meio de políticas como a distribuição de lucros.

“Artistas emergentes nunca terão a vantagem que quase todos os grandes nomes e artistas receberam antes disso”, escreveu ela no Twitter na sexta-feira. “A inovação vai estagnar, a dependência do financiamento de VC se tornará a norma. Eu já disse isso um milhão de vezes, mas os criadores sub-representados vão sofrer.”

Publicidade

Enquanto plataformas menores, como a Rarible, aproveitaram a oportunidade na sexta-feira para destacar seu compromisso inabalável com as taxas de royalties dos criadores, alguns no Twitter lamentaram a decisão da OpenSea como um toque de morte para a prática em toda a indústria; a OpenSea representava, de longe, a maior plataforma de negociação de NFTs que ainda honrava essa política.

Em resposta a esses medos, o artista digital Fvckrender revidou com confiança na solidariedade dos consumidores: “Paramos de usar a OpenSea. Afundamos, eles afundam.”

*Traduzida com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
Imagem da matéria: Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Um complexo emaranhado entre bancos centrais em relação ao iene levará a uma frenética impressão de dinheiro, elevando o preço do Bitcoin, diz o cofundador da BitMEX
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink