Imagem da matéria: Onda de demissões ganha força e segunda maior corretora dos EUA corta 30% dos funcionários
Foto: Shutterstock

As demissões em massa continuam a atormentar a indústria de criptomoedas. A Kraken,  a segunda maior exchange dos EUA com sede em San Francisco, anunciou nesta quarta-feira (30) que demitiu cerca de 1.100 funcionários, reduzindo seu quadro de funcionários em 30%.

Em uma postagem no blog, o fundador e ex-CEO da Kraken, Jesse Powell, compartilhou seu raciocínio por trás da mais recente onda de demissões, citando preocupações econômicas mais amplas e um mercado de criptomoedas em baixa que ainda não viu alívio.

Publicidade

“Desde o início deste ano, fatores macroeconômicos e geopolíticos pesaram nos mercados financeiros. Isso resultou em volumes de negociação significativamente menores e menos registros de clientes”, escreveu Powell.

“Respondemos diminuindo os esforços de contratação e evitando grandes compromissos de marketing. Infelizmente, as influências negativas nos mercados financeiros continuaram e esgotamos as opções preferenciais para alinhar os custos com a demanda”, acrescentou.

As demissões reduziram o número total de funcionários da corretora de cerca de 3.667 para 2.567 funcionários. Powell disse que a Kraken agora voltou ao mesmo número de funcionários que tinha há cerca de um ano, antes de expandir o quadro em 30% quando viu “milhões de novos clientes” chegando na plataforma durante o mercado em alta.

Os impactos do bear market

O mercado de baixa fez várias vítimas no espaço cripto este ano, após o colapso do ecossistema Terra (LUNA) em maio. Atualmente, o Bitcoin (BTC) está sendo negociado por volta de US$ 16 mil, cerca de 75% abaixo de seu recorde histórico de US$ 69 mil batido em novembro de 2021. 

Publicidade

A Kraken afirmou em uma postagem de junho que não ajustaria os planos de contratação e criria 500 empregos até o final do ano — o que não aconteceu.

Em vez disso, a Kraken agora dará aos funcionários que estão saindo 16 semanas de indenização, bônus de desempenho para alguns, além de quatro meses de assistência médica após a partida e outros benefícios.

“Estou confiante de que as medidas que estamos tomando hoje garantirão que possamos continuar cumprindo nossa missão, que o mundo precisa agora mais do que nunca”, disse Powell sobre a decisão da empresa. “Continuo extremamente otimista com criptomoedas e a Kraken.”

Mas as despesas da Kraken vão além dos desafios comuns do mercado de baixa. No início desta semana, a corretora chegou a um acordo com o Tesouro dos EUA por supostamente violar as sanções dos EUA contra o Irã. O Tesouro disse que a Kraken processou 826 transações que violaram as sanções. Como resultado do acordo, a Kraken concordou em pagar uma multa de US$ 362 mil.

Publicidade

“A Kraken está satisfeita por ter resolvido esse problema, que descobrimos, relatamos voluntariamente e corrigimos rapidamente”, disse o diretor jurídico da Kraken, Marco Santori, ao Decrypt por e-mail.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin sob nota de dinehiro da nigéria

Tensão entre Binance e Nigéria escala após CEO acusar governo de suborno de R$ 770 mi

Funcionário do governo nigeriano disse que alegações são infundadas e que disputa contra Binance deve ser resolvida na Justiça
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Imagem da matéria: Corretoras fazem ação para ajudar vítimas de enchentes no RS; 4 vão dobrar doações de usuários

Corretoras fazem ação para ajudar vítimas de enchentes no RS; 4 vão dobrar doações de usuários

Binance irá doar vouchers de tokens BNB para moradores do Rio Grande do Sul, enquanto Bitso, Foxbit, Bybit e OKX irão dobrar os valores doados por seus clientes
Imagem da matéria: Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Evento Ethereum Rio ocorre entre os dias 13 e 15 de maio no Porto Maravalley, Rio de Janeiro