Imagem da matéria: O que são e como funcionam os equity tokens
(Foto: Shutterstock)

O mercado cripto certamente vem se transformando a cada dia e, entre os criptoativos existentes, os tokens estão ganhando mais e mais destaque, principalmente por trazerem uma verdadeira democratização na forma como as pessoas realizam investimentos.

Entretanto, como praticamente qualquer coisa pode ser tokenizada, ainda existem muitas dúvidas sobre os tipos de tokens existentes. 

Publicidade

Neste artigo, você vai conhecer mais sobre os Equity Tokens, também conhecidos como tokens de participação de empresas.

O que são os Equity Tokens?

Para entender os Equity Tokens, podemos usar como exemplo as ações de empresas. Com esse tipo de token, você pode ter direito a parte dos lucros e também o direito de votos em momentos decisivos da companhia.

Entretanto, a diferença entre os Equity Tokens e as ações tradicionais reside no fato de que as ações são registradas em bancos de dados junto a certificados físicos, mesmo que digitalizados.

Já os tokens ficam registrados na blockchain, uma espécie de livro contábil, que, além de ser segura, é transparente, já que é possível acompanhar todos os processos que acontecem dentro dela.

Como funciona esse tipo de token?

Podemos dividir os Equity Tokens em classes. Temos os que são conhecidos como “ações ordinárias”, em que, geralmente, o poder de voto e lucros é dividido igualmente.

Por exemplo: se a empresa libera 100 Equity Tokens, cada token dá direito a 1% dos ganhos da empresa e 1 voto entre os 100 que terão nas decisões.

Publicidade

Existem também os Equity Tokens Classes A e B, que podem alterar os direitos de voto. Os de Classe A, por exemplo, podem dar a quem os possui 10 votos por cada token, enquanto os de Classe B garantem 5.

Os benefícios também se estendem às porcentagens de ganhos de lucros, aumentando de acordo com a classe os tokens. 

Os Equity Tokens são classificados como transações padrão de valores mobiliários pela Securities and Exchange Comission (SEC), órgão regulador americano.

Eles podem ser oferecidos publicamente para os investidores, assim como os Security Tokens, por meio de uma STO (Security Token Offering), que são parecidas com as IPO (Initial Public Offering), mas apresentam suas próprias vantagens, como:

  • agilidade na abertura de capital: empresas conseguem ter seus tokens negociados muito mais rapidamente do que levariam para fazer uma IPO;
  • praticidade de negociação: Por meio da STO, startups podem oferecer seus tokens muito mais facilmente;
  • acesso para investidores menores: os valores dos tokens em uma STO costumam ser muito mais baratos do que aqueles na bolsa de valores.

Por que investir em tokens?

Se você ainda tem alguma dúvida sobre investimentos em tokens, saiba que participação de empresa é apenas um dos exemplos dos ativos que podem ser tokenizados.

Publicidade

A tokenização também possibilita com que os investidores possuam a custódia de seus ativos em forma de tokens e que tenham maior controle sobre seus próprios capitais.

Os tokens já estão revolucionando o mercado e abrindo as portas para qualquer pessoa poder investir, mesmo que sejam poucas quantias. É a verdadeira democratização dos investimentos.

Isso não quer dizer que você precisa abandonar a bolsa de valores, mas vale muito a pena diversificar a sua carteira de investimentos e ganhar cada vez mais!

Sobre o autor

Daniel Coquieri é CEO da empresa de tokenização de ativos Liqi Digital Assets. Empreendedor do ramo da tecnologia, foi fundador da BitcoinTrade, uma das maiores corretoras de criptomoedas do Brasil.

VOCÊ PODE GOSTAR
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube
Imagem da matéria: Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Grupo criou aplicação para conectar via blockchain produtores de energia e estações de abastecimento, com a mira no mercado de carros elétricos
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
Marcos Pasquim promove Mineradora Manah

Manah: Mineradora de ouro promovida por galãs da Globo é acusada de dar calote em investidores

Promovida por Márcio Garcia e Marcos Pasquim, a Mineradora Manah prometia pagar 3% ao mês aos investidores, mas agora está sendo acusada de calote no Reclame Aqui e nas redes sociais