Imagem da matéria: Nubank não vai permitir saque de bitcoin comprado pelo aplicativo
Foto: Shutterstock

O Nubank vai permitir que você compre bitcoin, mas não vai deixá-lo tirar da conta do banco. Pelo menos não na forma de bitcoin

Ao Portal do Bitcoin, a equipe do maior banco digital do Brasil confirmou que o saque das criptomoedas vendidas na plataforma não estará disponível.

Publicidade

“Nesta primeira versão da experiência do Nubank para criptomoedas, não será possível fazer transferência dos ativos digitais para outras plataformas. O cliente, contudo, poderá fazer o saque em reais na cotação em tempo real e transferir da conta digital do Nubank para a plataforma que desejar”, diz a nota enviada por e-mail.

Na tarde passada (12), o banco disse no Twitter que os clientes não devem se preocupar com a falta de opção de saque: “No momento que você compra sua criptomoeda, nós a guardamos em uma carteira segura que criamos para você”.

A comunidade cripto brasileira não recebeu bem essa notícia. Afinal, uma das máximas mais pregadas no espaço é not your keys, not your coins — o que em resumo significa que se você não possui a chave privada que dá acesso direto as moedas na blockchain, você não é o verdadeiro dono delas.

Como o bitcoin foi criado para que as pessoas não dependam do controle dos bancos, a falta da opção de fazer a própria custódia parece contrariar o ethos das criptomoedas.

Publicidade

“É tipo uma concessionária que te vende carro, mas você não pode levar pra sua garagem. É uma imobiliária que te vende um apartamento, mas você não recebe as chaves para usar. Um petshop que te vende cachorro, mas você tem que deixar lá porque eles cuidam melhor que você”, ironizou no Twitter o usuário @Bitcoinvangeli1.

Onde o Nubank vai guardar seu bitcoin?

Quem vai dar a base para a venda de bitcoin e Ethereum (ETH) no aplicativo do Nubank será a Paxos, uma empresa de criptomoedas baseada em Nova York (EUA).

Será a Paxos que oferecerá as criptomoedas que serão compradas e vendidas pelo banco. Além disso, terá a responsabilidade de fazer a custódia dos ativos dos usuários.

“Ao alavancar a infraestrutura da Paxos, o Nubank garante que os ativos dos clientes sejam protegidos pelo fundo regulado e líder global para ativos digitais”, disse a empresa ao anunciar a parceria com o Nubank.

Publicidade

A Paxos já é conhecida no mercado por oferecer infraestrutura blockchain para grandes instituições financeiras, como PayPal e Mastercard. No Brasil, sua parceria mais conhecida até agora é com o Mercado Livre. 

Através do aplicativo de pagamentos Mercado Pago, a empresa oferece desde o final do ano passado a compra e venda de criptomoedas;

Em pouco mais de dois meses de oferta do serviço, a empresa bateu a marca de 1 milhão de usuários comprando criptomoedas no aplicativo. O número mostra que, embora o serviço não seja perfeito aos olhos de parte da comunidade cripto, é uma porta de entrada para brasileiros que nunca interagiram com esse mercado.

Quando o Mercado Livre anunciou o serviço em dezembro passado, o presidente de fintechs do Mercado Pago, Osvaldo Gimenez, disse que era uma “questão de tempo” para que os saques de criptomoedas para carteiras externas fosse permitido. Cinco meses depois, ainda não há novidades.

O Nubank também fez questão de frisar que os saques não estarão disponíveis nesta “primeira versão”, o que sinaliza que a opção pode ser aberta no futuro.

Publicidade

A venda de BTC e ETH será disponibilizada no aplicativo do Nubank de forma gradual a partir deste mês de maio. Até o final de junho, o serviço chega a todos os clientes.  

A reportagem procurou a equipe da Paxos para mais informações sobre a custódia das criptomoedas compradas no Nubank, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: EUA acusam  2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

EUA acusam 2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

O Departamento de Justiça acusou Daren Li e Yicheng Zhang de orquestrar um esquema com criptomoedas de “abate de porcos”
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Traders esperam que Bitcoin supere a máxima de US$ 74 mil em breve

“Esperamos um impulso de alta aqui que pode nos levar de volta às máximas de US$ 74 mil”, disse a QCP Capital sobre o momento do Bitcoin
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas