Imagem da matéria: Nova rede da Shiba Inu (SHIB) será relançada após problemas técnicos da primeira versão
Foto: Shutterstock

Depois de um início difícil na semana passada da rede de segunda camada da Shiba Inu (SHIB), a Shibarium, a expectativa agora é que ela seja relançada com um novo sistema de monitorização, com funcionalidades adicionais concebidas para dar conta de níveis elevados de tráfego e evitar novos problemas técnicos.

Em suas últimas atualizações no blog da criptomoeda SHIB, o desenvolvedor da Shiba Inu, Shytoshi Kusama, afirmou que após dois dias de “testes e ajustes de parâmetros” para alcançar um status de “preparada”, a “Shibarium agora está aprimorada e otimizada.”

Publicidade

“Como mencionado, ela ainda está em fase de testes, mas produzindo blocos”, escreveu Kusama. “Além disso, habilitamos um novo sistema adicional de monitoramento e cofres contra falhas, incluindo limitação de taxa no nível RPC e redefinição automática do servidor, caso tenhamos um grande nível de tráfego novamente.”

O desenvolvedor acrescentou que a rede está agora “quase pronta para reabrir ao público.”

Problemas na Shibarium

A Shibarium, uma rede de segunda camada da Ethereum apoiada por tokens SHIB tem como objetivo estabelecer-se como uma concorrente significativa no cenário blockchain.

Com foco no metaverso e aplicações de jogos, bem como servindo como uma opção de liquidação rentável para aplicações DeFi , a Shibarium está procurando mostrar o potencial do projeto Shiba Inu além de suas origens como uma memecoin.

A plataforma passou recentemente por um extenso período de testes com cerca de 21 milhões de usuários e, como os desenvolvedores disseram ao Decrypt anteriormente, ” as transações subfracionárias custam bastante em comparação com a Polygon e as velocidades instantâneas.”

Publicidade

No entanto, a emoção em torno do lançamento da Shibarium na semana passada teve um revés decepcionante logo depois. Pouco tempo após entrar em operação, as transações na rede pararam por surpreendentes onze horas seguidas, com aproximadamente US$ 1,7 milhão supostamente bloqueados na ponte Ethereum.

Em resposta ao incidente, a equipe da Shibarium disse que, ao contrário das suposições de um mau funcionamento da ponte, o problema se deveu à “enorme quantidade de tráfego” dos usuários.

De acordo com os desenvolvedores, essa enxurrada de transações sobrecarregou os servidores da rede, empurrando-os para além de sua capacidade operacional.

Além disso, a Shibarium foi temporariamente fechada ao público, com a equipe apresentando atualizações regulares sobre o estado da rede desde então.

Publicidade

Segundo uma atualização apresentada no fim de semana, a equipe estava se concentrando em “garantir que medidas de segurança perfeitas estejam em vigor”, ao mesmo tempo em que dimensionava e testava a rede antes do relançamento.

No post de hoje, Kusama continuou dizendo que validadores adicionais se juntarão à rede, e depois disso “os testes serão concluídos e vamos nos preparar mais uma vez para o lançamento público.”

Para onde vai a Shiba Inu

Eles também revelaram que a equipe começará a implementar o ShibPaper — um plano abrangente do projeto Shiba Inu completo e da sua estratégia alargada para alcançar a plena descentralização da rede.

De acordo com Kusama, ao iniciar a implementação do ShibPaper, a equipe espera que neste ano “possa ter mais do que apenas uma estrutura, mas um sistema funcional de governança e gestão que prove que nosso Estado-nação digital descentralizado perpétuo é real e está aqui para mudar o mundo.”

Apesar de algumas notícias positivas para o projeto, o token Shiba Inu caiu mais de 22% na semana passada, atualmente sendo negociado a US$ 0,00000800, de acordo com o CoinGecko.

Publicidade

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imegem aérea feita pela ANDE de fazenda de mineração de bitcoin em Canindeyú

Polícia do Paraguai desmonta fazenda de mineração de Bitcoin com 2.700 ASICs

Ação na cidade de Canindeyú contou mais uma vez com a ajuda da inteligência artificial para identificar variações na carga da rede elétrica
Moedas douradas de Bitcoin (BTC) e um gráfico de preço ao fundo

Preço do Bitcoin despenca com liquidações de US$ 245 milhões no mercado

As liquidações de criptomoedas dispararam na terça-feira (11), com o Bitcoin despencando 5% e indo a US$ 66 mil
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin segue em queda e perde os US$ 67 mil refletindo sinais do Fed

Manhã Cripto: Bitcoin segue em queda e perde os US$ 67 mil refletindo sinais do Fed

Mercado de criptomoeda caminha para fechar a semana no negativo após o Fed indicar apenas um corte de juros no ano, com o Bitcoin voltando para US$ 66 mil
Make america great again meme Donald Trump by Decrypt

Carteira cripto de Donald Trump chega a US$ 30 milhões com fãs lhe doando memecoins

O ex-presidente acumulou US$ 30 milhões em criptomoedas depois que a equipe da memecoin Trump Frog (TROG) lhe enviou metade do suprimento