Imagem da matéria: No Fórum Econômico Mundial, ministra brasileira destaca uso de blockchain no campo
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, participou na quarta-feira (27) do Fórum Econômico Mundial de Davos. No evento, que neste ano ocorre online por causa da pandemia do novo coronavírus, a ministra falou sobre transformação digital do campo e citou o uso da tecnologia blockchain.

“Contabilizamos, hoje, mais de 2 mil agtechs no Brasil, trabalhando, por exemplo, com protocolos de certificação, rastreabilidade, blockchain e tecnologias para entregar um produto cada vez mais sustentável e seguro aos consumidores”, falou.

Publicidade

De acordo com a ministrada, só em 2019 o governo federal repassou US$ 200 milhões para startups ligados à agricultura.

Tecnologia para pequenos produtores

No evento, a ministra também falou que uma das prioridades do governo é expandir projetos de tecnologia para os 4,5 milhões de pequenos produtores rurais do Brasil.

“Dar a eles adequado acesso à tecnologia é essencial para o desenvolvimento da atividade agropecuária nacional”, afirmou.

A ministra disse ainda que nos próximos 10 anos a agricultura brasileira será marcada pela convergência entre o mundo digital e biológico.

Blockchain e cana-de-açúcar

Um dos projetos em blockchain do Ministério da Agricultura é o rastreamento de cana-de-açúcar, que está sendo desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Publicidade

A iniciativa visa criar uma ferramenta digital que armazene, registre, organize e rastreie os processos e produtos agroindustriais da cadeia da cana-de-açúcar. O governo investiu R$ 1 milhão no projeto.

Além da agricultura, governo federal e estados brasileiros utilizam a tecnologia em outras áreas. A Receita Federal, por exemplo, criou uma base em blockchain que reúne dados do cadastro nacional de pessoas jurídicas e físicas.

Já o governo do Paraná está desenvolvendo o sistema Harpia, uma ferramenta baseada em tecnologia de registro distribuído para combater a corrupção em licitações públicas. A iniciativa será lançada ainda neste ano.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”