Imagem da matéria: "Ninguém Pode Parar o Bitcoin"

O capitalista de risco e o milionário do Facebook Chamath Palihapitiya é um investidor de bitcoin bem conhecido, que anteriormente anunciou publicamente sua crença na criptomoeda. Palihapitiya, que era um membro da equipe inicial do Facebook e dono do Golden State Warriors, disse à Bloomberg, já em 2013, que ele estava investindo em bitcoin por causa da promessa da tecnologia.

No final de 2013, foi revelado que ele possuía US $ 5 milhões em bitcoin e planejava comprar mais.

Publicidade

Em maio deste ano, ele fez um tweet reiterando sua crença no Bitcoin e dizendo ser uma arma contra a autocracia, desvalorização da moeda e outras formas de destruição de valor. 

Em maio deste ano, ele fez um tweet reiterando sua crença no Bitcoin e dizendo ser uma arma contra a autocracia, desvalorização da moeda e outras formas de destruição de valor.

Ninguém pode detê-lo porque ninguém pode controlá-lo. A ideia de que o governo pode colocar barreiras sobre isso é realmente bastante enganosa.

As palavras  vêm uma semana depois que o CEO do JP Morgan, Jamie Dimon, dar uma alfinetada no bitcoin. No início deste mês, o banqueiro declarou que a criptomoeda era “uma fraude“, e acrescentou que ele iria demitir qualquer empregado que negociasse criptomoedas.

Em outra oportunidade, o banqueiro afirmou que “não vale a pena”, e que ele acreditava que os governos acabariam por reprimir as criptografia e as que as negociavam.

Sobre os comentários de Jamie Dimon sobre bitcoin, Palihapitiya afirmou que era a maioria das esperanças, e que sua afirmação “provavelmente não significa muito”. Entre as críticas, os comentários do banqueiro trouxeram-lhe as palavras de Alex Gurevich, um ex-executivo do JP Morgan e chefe da macro global, que afirmou:

Publicidade

“Jamie, você é um grande chefe e o maior CEO de banco de todos os tempos. Você não é trader ou empresário tecnológico. Por favor, cale a boca sobre bitcoin.

Bitcoin é incontrolável

Quando perguntado se a receita federal dos EUA puderia um dia fazer o bitcoin despencar apenas tentando se envolver e controlar onde o dinheiro está indo, quem o está enviando e quem está recebendo, Palihapitiya afirmou que a resposta para a questão só poderia ser dada se houvesse um lugar para perguntar. Palihapitiya adicionou ainda que bitcoin não é uma empresa ou uma entidade controlada por algumas pessoas.

Ele acrescentou ainda que as criptomoedas são incontroláveis e afirmou que, ao invés de debater a forma como o bitcoin está a fazer, ou o seu uso para fins nefastos, a discussão deve girar em torno de como colocá-lo em melhor uso.

Sobre se os governos podem ou não acabar por acabar com ele, ele disse que o “gênio está fora da garrafa”, e que “agora a verdadeira questão é como podemos usá-lo de forma produtiva para resolver alguns dos problemas da sociedade em torno da infra-estrutura dos serviços financeiros”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Bitcoin e grafico de mercado

Traders de Bitcoin miram US$ 74 mil já na próxima semana com nova onda de fluxo positivo para ETFs

Com ETFs registrando quatro dias seguidos de entradas e dados de inflação nos EUA abaixo do esperado, o Bitcoin já começou a retomar a alta e superou os US$ 66 mil
Imagem da matéria: Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase
Imagem da matéria: Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Entre os 14.500 tokens lançados na Solana por meio do pump.fun, milhares eram baseados na GameStop
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 64 mil; CEO da Binance clama para que “colega querido” seja libertado da prisão

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 64 mil; CEO da Binance clama para que “colega querido” seja libertado da prisão

Richard Teng fez uma publicação para pedir que as autoridades da Nigéria libertem Tigran Gambaryan