Homem cavando uma placa de computador com uma picareta - -imagem ao fundo de moeda de bitcoin
Shutterstock

Com a alta no preço no BTC, que superou a a marca dos US$ 30 mil nesta terça-feira (11), mineradores da maior criptomoeda voltam — em média — a operar no lucro, segundo estimativas da Universidade de Cambridge sobre consumo energético baseado no hashrate da rede.

Nos últimos 12 meses, com o mercado em baixa e a perda de capitalização para a maioria dos criptoativos, estima-se que a lucratividade da atividade de mineração de Bitcoin foi prejudicada.

Publicidade

A rentabilidade da mineração flutua, pois as receitas dos mineradores são medidas em Bitcoin (BTC) enquanto seus custos operacionais são fixos em dólar norte-americano (USD). Com a alteração da cotação de BTC perante o USD, o fluxo de caixa destes negócios tende ser afetado.

É essa relação que a plataforma MacroMicro mede através de sua métrica “Custos Médios da Mineração de Bitcoin”, que utiliza dados de consumo energético, hashrate da rede, custo energético médio por localidade e outras informações fornecidas pela Universidade de Cambridge para encontrar o custo médio de mineração.

Segundo a Universidade de Cambridge e a MacroMicro, o custo médio atual de mineração de bitcoin — por cada BTC minerado — é de US$ 29.729, enquanto o preço de mercado à vista de 1 BTC é de US$ 30.132 nesta terça.

Dados do custo médio de mineração e comparação com. opreço atual de BTC.
Fonte: MacroMicro.me

Isso resulta em um lucro médio de US$ 403 para cada BTC minerado. Ao considerar uma emissão média de 6,25 BTC a cada 10 minutos através da mineração, são aproximadamente US$ 15.000 de lucro por hora na indústria. Ou US$ 10 milhões por mês.

Publicidade

Estes valores podem flutuar com bastante frequência, já que diversos fatores impactam no cálculo de custo médio e não devem ser interpretados como dados absolutos.

De qualquer maneira, a indústria de beneficia de uma rentabilidade mais atrativa que pode atrair novos mineradores e melhorar a descentralização e segurança da rede — enquanto uma atividade não-lucrativa pode ter o efeito inverso.

No Brasil, o BTC é negociado por R$ 152.616,95, segundo o Índice do Portal do Bitcoin (IPB)

VOCÊ PODE GOSTAR
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares