Homem cavando uma placa de computador com uma picareta - -imagem ao fundo de moeda de bitcoin
Shutterstock

Um minerador conseguiu a proeza de minerar sozinho um bloco de Bitcoin e ficar com toda a recompensa do bloco (6,25 BTC) mais as taxas de rede (0,637 BTC), lucrando cerca de R$ 1,25 milhão na operação.

O bloco em que isso ocorreu foi o 818.588, minerado no último domingo (26) conforme divulgou no X Con Kolivas, o criador do pool Solo CK — do qual o minerador sortudo faz parte.

Publicidade

O Solo CK é diferente dos pools de mineração tradicionais que repartem de forma igualitária as recompensas entre todos os mineradores participantes quando um bloco é encontrado. Nas raras ocasiões em que um minerador independente do Solo CK encontra um bloco, a recompensa fica toda para ele.

Esse pool de mineração é usado geralmente por mineradores com capacidade computacional mais limitada, que teriam dificuldade em competir com pools e empresas de grande porte na mineração de Bitcoin.

Na operação do final de semana, por exemplo, Kolivas disse que um minerador daquele porte resolveria um bloco de Bitcoin, em média, apenas uma vez a cada cinco anos. Isso porque o poder computacional deste minerador era de 2 PH/s (petahashes por segundo).

Bloco 818588 foi adicionado por um minerador do Solo CK (Fonte: mempool.space)

Questionado por um usuário quanto custaria uma operação com 2 PH/s, Kolivas disse que seria de “pelo menos US$ 30 mil mais custos operacionais”.

Publicidade

“Parabéns ao minerador 15VYcdhWXB2tpKmFHKT9DcGLWDQJQ2XMJW com 2PH por resolver o 279º bloco solo no Solo CK Pool”, escreveu Kolivas.

O endereço do minerador sortudo tem agora um saldo de 13.49801219 BTC, equivalente a R$ 2,4 milhões.

Outros mineradores de Bitcoin sortudos

Em agosto deste ano, outro minerador de Bitcoin sortudo também desafiou probabilidades ao resolver um bloco sozinho e faturar R$ 800 mil em BTC. A proeza dependeu de apenas 1 PH/s em poder computacional.

Na atual dificuldade de mineração de Bitcoin, disse Kolivas na época, “um minerador desse tamanho só resolveria de bloco em média uma vez a cada 7 anos”.

Em junho, a sorte também esteve ao lado de outro bitcoiner que usou um único equipamento para achar solução para um bloco de Bitcoin e faturar no valor de 6 BTCs — também cerca de R$ 800 mil na época.

Na ocasião, Kolivas apurou que o minerador executava modestos ~17 terahashes por segundo (TH/s), provavelmente em uma única Antminer Bitmain S9, modelo lançado em 2017.

Publicidade

Com o feito, ele superou uma chance de 1:5.500 ao realizar algo que, segundo estatísticas, levaria 450 anos para acontecer.

Em março, outro minerador solo usou o serviço para resolver o bloco Bitcoin 780.112 e ganhar uma recompensa de 6,25 BTC, cerca de US$ 148 mil na época.

Vale lembrar que minerador individual desfruta de muito menos recursos do que os principais pools de mineração em escala industrial da criptomoeda.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%