Imagem da matéria: Minecraft fecha o cerco sobre cripto e NFTs — mas Worldcoin está liberado, diz Microsoft
(Imagem: Microsoft)

Minecraft, um dos jogos mais populares do mundo, também foi, sem dúvida, um dos maiores a resistir contra integrações de criptomoedas e NFTs. A desenvolvedora Mojang e a editora Microsoft proibiram seu uso até mesmo em servidores online operados por fãs. Por isso, foi uma surpresa ver o Worldcoin anunciar uma integração com o Minecraft na semana passada.

O Worldcoin é mais conhecido pelo seu “Orb”, um dispositivo que escaneia as retinas de uma pessoa e gera um código único de íris, que é rastreado na blockchain do projeto e usado para gerar um World ID para mostrar “prova de existência”. Os participantes também recebem um airdrop de tokens de criptomoeda WLD, uma parte fundamental do ecossistema do Worldcoin.

Publicidade

O que isso tem a ver com o Minecraft, o jogo de sandbox que se tornou uma sensação mundial? A integração do aplicativo Worldcoin usa a credencial do World ID para verificação do usuário, permitindo que os operadores do servidor Minecraft exijam que os jogadores se autentiquem antes de receberem certas permissões no jogo.

“Com a crescente proeminência de bots nos jogos online, o World ID fornece uma maneira de preservar a privacidade para verificar a humanidade e fornecer aos jogadores a conscientização sobre se estão interagindo com outros jogadores humanos ou bots”, disse um representante do Worldcoin ao Decrypt. “A integração específica com o Minecraft visa ajudar os administradores do servidor a reduzir casos de ‘griefing’ e manter a experiência de jogo mais segura e agradável para todos.”

Minecraft e criptomoedas

Em 2022, o Minecraft anunciou planos para proibir NFTs e acabou fazendo isso este ano. Também proibiu o uso de criptomoedas para recompensar jogadores, forçando um servidor que pagava Bitcoin a desativar o recurso no último outono. Em um comunicado divulgado em 2022, a Microsoft e a Mojang descreveram o que parecia ser uma proibição ampla de tecnologias de blockchain.

“Para garantir que os jogadores do Minecraft tenham uma experiência segura e inclusiva, as tecnologias de blockchain não são permitidas para serem integradas em nossos aplicativos de cliente e servidor do Minecraft, nem podem ser utilizadas para criar NFTs associados a qualquer conteúdo do jogo, incluindo mundos, skins, itens de persona ou outros mods.”

Publicidade

No entanto, o texto final do acordo de licença do usuário final (EULA) atualizado do Minecraft fornece orientações mais específicas, proibindo características de “jogar para ganhar” que pagam criptomoedas aos jogadores e proibindo NFTs que criam uma sensação de exclusividade em torno de itens.

“Basicamente, não queremos mods que afetem a experiência dos jogadores e criem escassez de conteúdo no jogo baseado em condições fora do jogo”, afirma o EULA. “Por exemplo, um mod que verifica diretamente ou indiretamente se um jogador possui um NFT para desbloquear skins, funções ou outras experiências no jogo não está OK para nós.”

Como será a integração de Worldcoin no Minecraft

A integração do Worldcoin está focada exclusivamente na credencial do World ID e não requer criptomoedas ou tokens dentro do jogo. Então, está livre e liberada?

Procurado para comentar, um porta-voz do Minecraft enfatizou ao Decrypt que as empresas “não tiveram envolvimento na iniciativa do Worldcoin, e qualquer integração do Minecraft deve ser considerada inteiramente não oficial”.

Publicidade

Mas eles adicionaram que, desde que ela “cumpra as diretrizes” delineadas no EULA e em seu post original sobre NFTs, então a integração do Worldcoin é “provavelmente aceitável”.

Um representante do Worldcoin esclareceu ainda mais que o token WLD é distinto da credencial do World ID e que as pessoas em algumas partes do mundo não podem acessar o token atualmente.

“É importante observar que o World ID e o token não precisam ser usados juntos para que haja utilidade com o World ID”, disse o representante do Worldcoin. “Notavelmente, pessoas nos Estados Unidos podem obter um World ID, mas não têm acesso ao token.”

Essa separação entre a tecnologia e o token parece ser suficiente para ajudar o Worldcoin a contornar as regras do Minecraft em relação a outros tipos de integrações de blockchain e permitir que a funcionalidade do World ID permaneça em uso.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

You May Also Like
Imagem da matéria: Mansão que pertencia a ex-Simone & Simaria é alvo da PF em caso de golpe com criptomoedas

Mansão que pertencia a ex-Simone & Simaria é alvo da PF em caso de golpe com criptomoedas

A assessoria da cantora Simone Mendes disse que a venda do imóvel em 2023 ocorreu dentro da lei
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Nigéria bloqueia sites de exchanges e FTX pode levantar US$ 1 bilhão com IA

Manhã Cripto: Nigéria bloqueia sites de exchanges e FTX pode levantar US$ 1 bilhão com IA

Autoridades da Nigéria bloquearam o acesso a algumas das corretoras na tentativa de frear a forte desvalorização da moeda local
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Manhã Cripto: Tokens de IA disparam, Ethereum (ETH) supera os US$ 3 mil e Justiça libera extradição no caso Terra

Traders aceleram as compras de tokens relacionados à tecnologia de inteligência artificial, com destaque para o SingularityNET  e Fetch.ai
Imagem da matéria: Flamengo contrata empresa para criar ativos digitais com acervo do clube

Flamengo contrata empresa para criar ativos digitais com acervo do clube

Arquivo tem 520 mil peças entre documentos, imagens e vídeos; Flamengo esperar lucrar US$ 8 bilhões até 2027