bitcoin brasil
Foto: Shutterstock

Os brasileiros bateram recorde na quarta-feira (19) ao negociar R$ 826,8 milhões em bitcoin em um único dia, de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin (IPB).

Os dados são monitorados pelo Portal do Bitcoin e correspondem ao volume diário das maiores corretoras em operação no Brasil.

Publicidade

O volume diário é quase quatro vezes maior que o número visto na terça-feira (18), de R$ 237 milhões.

Com esse ritmo, as negociações entre 1º e 19 de maio chegaram a R$ 4 bilhões e estão prestes a superar o volume total de R$ 4,6 bilhões visto em abril, faltando ainda 11 dias para o mês de maio terminar.

A nível de comparação, os brasileiros movimentaram mais bitcoin no dia 19 de maio do que em meses inteiros. Outubro e setembro de 2020, por exemplo, tiveram um volume mensal de R$ 448 milhões e R$ 368 milhões, respectivamente.

Exchanges

Mais da metade dessas negociações, cerca de R$ 599,3 milhões, aconteceram na Binance, a atual líder do setor no Brasil. O Mercado Bitcoin vem em segundo lugar com um volume de R$ 159 milhões, seguido por Foxbit (R$ 50,9 milhões) e BitcoinTrade (R$ 17,4 milhões). 

Ao todo, essas quatro corretoras movimentaram 4.004 BTC na quarta. Vale lembrar que há mais de 30 exchanges em funcionamento no país, de tal forma que a quantidade total de ativos negociados pode ser ainda maior. 

Publicidade

A quarta-feira não foi agitada só no Brasil. De acordo com dados do CryptoCompare compartilhados pelo Coindesk, o trade do par BTC/USD superou US$ 14 bilhões nas principais corretoras do setor, o número mais alto visto em 2021. 

Queda do bitcoin 

Esse volume fora do normal é um reflexo do pânico que se instaurou no mercado durante a queda generalizada das criptomoedas de ontem. O bitcoin despencou e atingiu uma mínima de US$ 32 mil, um preço que não era visto desde o final de janeiro. 

Enquanto alguns traders aproveitaram para comprar a queda, outros se desesperaram e venderam suas criptomoedas temendo um recuo ainda maior, assim como foi visto na semana passada.

No entanto, aqueles que venderam suas criptomoedas na queda correm o risco de estar no prejuízo já que parte do mercado volta a subir nesta quinta (20). O bitcoin, por exemplo, está em alta de 3,4% neste início de tarde, valendo agora US$ 39.500. No Brasil, o preço do BTC chega a R$ 212 mil.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

As baleias de Bitcoin compraram avidamente a última queda; investidores de longo prazo agora aguardam a próxima alta para realizar lucros
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
miniaturas de pessoas minerando bitcoin em meio a pedras e folhagens

Renda de mineradores de Bitcoin cai para menor nível após o halving

A receita dos mineradores de Bitcoin caiu mais que a metade na virada de abril para maio
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120