Maior youtuber de finanças do Brasil revela quanto ganhou em 5 anos de canal

Nathalia Arcuri, do canal Me Poupe!, lembra que viver de produção no YouTube é um projeto de médio a longo prazo

Maior youtuber de finanças do Brasil revela quanto ganhou com AdSense em 5 anos de canal
Nathalia Arcuri é um dos raros profissionais a mostrar o valor (Foto: Reprodução/Youtube)


É possível ganhar dinheiro com um canal no YouTube? Segundo a youtuber Nathalia Arcuri, responsável pelo maior canal de finanças e investimentos do Brasil, a resposta é positiva. No entanto, o candidato deve estar preparado para muito trabalho, consistência e persistência, além de produzir um conteúdo que faça diferença na vida das pessoas.

“Não adianta você querer ganhar dinheiro com YouTube pensando no curto prazo. Esse é um trabalho de consistência, como tudo na vida”, ressalta a youtuber.

Em vídeo-tutorial publicado na última quinta-feira (28) no canal Me Poupe!, que conta com 5 milhões de inscritos, Arcuri mostrou o quanto já ganhou com o espaço por meio do AdSense, serviço de publicidade do Google.

No total, Arcuri revelou que já ganhou US$ 750 mil (cerca de R$ 4 milhões na cotação atual) com AdSense, obtidos por meio de 680 vídeos que renderam um total de 292 milhões de visualizações.

“Deu um trabalho do c… conseguir esse faturamento em AdSense”, disse.

No vídeo, a youtuber conta ainda que levou nada menos que dez meses para ter a primeira monetização do canal, fundado em 1º julho de 2015 — de apenas US$ 0,28. “Isso com vídeos toda semana, uma produção constante”, acrescenta.

Arcuri ressalta ainda que a receita derivada do AdSense responde por menos de 5% do faturamento total do Me Poupe, que conta ainda com outros produtos e serviços. “Não é só de AdSense que se faz uma empresa”.



No entanto, segundo a youtuber, pessoas autônomas podem ganhar dinheiro com AdSense no YouTube se aplicarem tais dicas.

Youtube e criptomoedas

O mercado de criptomoedas possui vários representantes com canais no YouTube. No entanto, a relação com a plataforma está longe de ser pacífica.

Nos últimos meses se tornaram comuns os casos de canais relacionados a criptomoedas no Brasil e no exterior que sofreram suspensão ou mesmo banimento do YouTube.

Próximo do Natal de 2019, diversos canais mundo afora —inclusive no Brasil — relataram problemas com a plataforma, com strikes [punições] sucessivos e exclusão de vídeos.

Os motivos que levam a esse tipo de penalização não ficam claros, o que deixa um sentimento de insegurança junto aos produtores de conteúdo sobre criptoativos. Há inclusive quem defenda a migração desses canais para outras plataformas.

De acordo com reportagem do portal CCN à epoca, a ação do YouTube no final de 2019 pode estar relacionada com os esforços do Google no que se refere à entrada no setor financeiro. A ‘operação’ seria então, uma espécie de ataque preventivo.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br