Imagem da matéria: Logan Paul vai gastar R$ 11 milhões para ressarcir usuários de seu falido jogo NFT
Logan Paul (Foto: Reprodução)

Já se passaram quase três anos desde que o YouTuber Logan Paul, que se tornou lutador, anunciou pela primeira vez seu jogo NFT CryptoZoo, que, como se sabe, nunca saiu do papel.

Agora, um ano depois de prometer aos compradores de NFTs que os reembolsaria, Paul lançou um site para reembolsos de NFTs do CryptoZoo e anunciou um processo contra dois dos cocriadores do projeto, os acusando de terem cometido “atividade comercial ilícita”.

Publicidade

De acordo com um tweet de Paul publicado na quinta-feira (4), os traders que compraram NFTs “Base Egg” e “Base Animal” do CryptoZoo podem registrar pedidos de reembolso até 8 de fevereiro. Paul disse que está alocando US$ 2,3 milhões (R$ 11,2 milhões) para os reembolsos de NFTs.

Leia também: Logan Paul se desculpa por fracasso de projeto NFT e desiste de processar youtuber que denunciou golpe 

Os reembolsos

“Essa recompra é uma forma de eu compensar aqueles que pretendiam jogar o CryptoZoo”, disse Paul. “A recompra não tem o objetivo de compensar aqueles que apostaram no mercado de criptomoedas e perderam. É importante lembrar que o Zoo Token foi criado para apoiar o jogo CryptoZoo e seus jogadores.”

A última declaração de Paul sugere que não haverá reembolso para quem comprou o ZOO, token baseado em Ethereum associado ao jogo CryptoZoo, que há muito tempo caiu para zero. Somente os compradores de NFT poderão ver uma fração de seus fundos gastos devolvidos.

Mas, com uma rápida análise do servidor do Discord “CryptoZoo Victims”, muitos dos que aderiram ao projeto de Paul não estão satisfeitos com a resolução proposta: “Não gostei disso na época em que foi anunciado e não gosto disso agora”, escreveu uma suposta vítima na proposta de reembolso de Paul.

Publicidade

Notavelmente, o site de recompra não oferece suporte a HTTPS, um importante recurso de segurança na web que proporciona criptografia e verificação de sites. Este protocolo existe desde 1994 e tornou-se comum há pelo menos uma década.

Em vez disso, o site de Paul direciona para um formulário que exige a coleta de dados pessoais, incluindo nomes, números de telefone, endereços de carteiras de criptomoedas e endereços físicos, para que sejam considerados para a recompra.

O contraprocesso

“O CryptoZoo foi prejudicado por agentes mal-intencionados”, afirmou Paul em seu post. ” Agentes mal-intencionados que ROUBARAM dinheiro e traíram nossa equipe enquanto sabotavam o jogo internamente.”

Paul afirmou que uma “investigação extensa” foi conduzida sobre o fiasco do CryptoZoo, que envolveu tanto um estudo de blockchain quanto uma revisão de documentos internos. Isso o levou a entrar com uma ação judicial cruzada na quinta-feira contra Eduardo “Eddie” Ibanez e Jake “CryptoKing” Greenbaum, que participaram do projeto fracassado.

Publicidade

Em fevereiro de 2023, um trader que comprou o projeto CryptoZoo entrou com uma ação judicial contra Paul, Ibanez, Greenbaum e dois outros afiliados do CryptoZoo como parte de uma ação coletiva para buscar indenização pelo suposto rug pull do CryptoZoo.

Em um primeiro momento, após tentar alegar falta de jurisdição no ano passado — e depois não conseguir mediar uma solução — Paul está agora tentando transferir a culpa, negando as alegações e, em vez disso, apontando o dedo para Ibanez e Greenbaum.

“A atividade comercial nefasta [ocorreu] pelas nossas costas, sem nosso conhecimento e com a intenção de enganar a todos nós”, disse Paul sobre sua reconvenção contra Ibanez e Greenbaum.

O processo de Paul alega que sua função no projeto era principalmente comercializá-lo e promovê-lo, embora ele tenha tomado algumas decisões criativas de desenvolvimento do jogo, enquanto Greenbaum foi responsável pelos tokenomics do ZOO e Ibanez pelo desenvolvimento do jogo.

De acordo com a resposta legal que Paul tornou pública, ele negou as alegações de fraude, quebra de contrato, quebra implícita de contrato, enriquecimento sem causa, negligência, deturpação fraudulenta, conspiração para cometer fraude, danos e pagamento de honorários advocatícios para o caso, entre outras acusações e solicitações.

Publicidade

As vendas secretas

Paul alegou que Greenbaum criou um pool de liquidez em “sigilo” para o token ZOO, no qual os fundadores do CryptoZoo puderam trocar o ZOO pelo token BNB da Binance — mas a capitalização de mercado do ZOO caiu repentinamente de US$ 130 milhões para US$ 26 milhões, à medida que carteiras não identificadas fizeram saques.

“Não sei como essa merda funciona”, disse Paul em maio de 2023 sobre o pool de liquidez do ZOO.

Greenbaum culpou os “bots” pela queda da capitalização de mercado, de acordo com o processo, e Ibanez supostamente sugeriu uma estratégia para manipular o preço futuro do ZOO. Paul então propôs que os fundadores bloqueassem seus tokens, mas parecia que o estrago já havia sido feito.

Paul alegou ainda que Ibanez fez falsas promessas repetidamente sobre o desenvolvimento do jogo, mentiu sobre suas credenciais e ganhou cerca de US$ 38 mil ao antecipar os anúncios do ZOO de Paul com negociações cronometradas e vendeu bilhões de ZOO a mais, ganhando cerca de US$ 1,7 milhão no total, de acordo com o processo.

Procurado para comentar, Greenbaum disse ao Decrypt: “Não posso comentar além do fato de as alegações serem completamente falsas. Logan está tentando transferir a culpa por suas atividades coniventes”.

Greenbaum alegou ainda que o CryptoZoo é, como o envolvimento anterior de Paul com o memecoin “Dink Doink”, outro esforço de Paul para manipular seu grande público. Em mensagens vistas pelo Decrypt, Greenbaum alega que Paul roubou US$ 40 milhões em tokens de Greenbaum e afirma que Paul está tentando “brincar de Deus” com seu comportamento.

“Confie em mim, mano, eu sou esse cara”, teria respondido Paul.

Jogo morto

“Fiquei muito decepcionado com o fato de o jogo não ter sido entregue”, disse Paul no X sobre o CryptoZoo, quando, no ano passado, ele havia garantido aos fãs que o jogo ainda seria concluído.

Publicidade

Vale a pena ressaltar, no entanto, que logo após a promessa inicial de reembolso feita por Paul no início de 2023, um desenvolvedor independente criou e enviou sua própria versão funcional do CryptoZoo em apenas “algumas horas”, mas sem toda a parte de cripto. Mas Paul não terminará seu jogo e está tentando lavar as mãos de toda a situação.

“Pessoalmente, gastei US$ 400 mil para desenvolvê-lo e, após sua conclusão no início de 2023 e algumas diligências adicionais, infelizmente, há muitos obstáculos regulatórios que precisariam ser superados e que eu não compreendi originalmente, o que acabaria atrasando ainda mais essa recompra”, afirmou Paul.

De acordo com o ex-desenvolvedor do CryptoZoo, Zach Kelling, que trabalhou com Ibanez, Kelling, a namorada de Kelling, o gerente de Paul, Jeff Levin, e Ibanez moraram juntos em um determinado momento. Kelling disse anteriormente ao Decrypt que ele e sua equipe de engenheiros contratados nunca foram totalmente pagos pelo trabalho no jogo e, portanto, pararam de trabalhar no projeto.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

You May Also Like
Imagem da matéria: Michael Saylor não está vendendo: "A MicroStrategy tem uma estratégia alavancada para o Bitcoin"

Michael Saylor não está vendendo: “A MicroStrategy tem uma estratégia alavancada para o Bitcoin”

O cofundador da MicroStrategy destaca a atração dos ETFs de Bitcoin por fundos institucionais, sinalizando uma mudança significativa nos investimentos de capital
Polygon

SoulPrime anuncia migração para Polygon e aprimoramento da experiência do usuário

A SoulPrime está migrando seu token de governança PRT (Prime Token) da blockchain Ethereum para a Polygon
Imagem da matéria: Milionários de Solana esperam ROI de 4.600% em 2024 com este token obrigatório

Milionários de Solana esperam ROI de 4.600% em 2024 com este token obrigatório

Pullix é uma plataforma de negociação híbrida que integra segurança, alta liquidez e comissão zero nas transações
Imagem da matéria: Trust Wallet tem uma potencial falha crítica, afirma instituto dos EUA

Trust Wallet tem uma potencial falha crítica, afirma instituto dos EUA

Em 2023, a Trust Wallet foi alvo de várias invasões cibernéticas, acumulando perdas que ultrapassaram os 4 milhões de dólares.