FTX, SBF
FTX entrou em colapso em novembro de 2022 (Foto: Shutterstock)

Os leitores brasileiros poderão em breve conferir os detalhes do colapso da corretora de criptomoedas FTX, criada por Sam Bankman-Fried, já que chega nos próximos meses a edição em português do livro “Sem Limites — Ascensão e Queda de Sam Bankman-Fried”, do escritor norte-americano Michael Lewis. A obra será publicado pela editora HarperCollins, segundo informações do jornal O Globo.

O livro de Lewis, além de contar a história do colapso da FTX, também foca na ascensão e queda de SBF, considerado culpado por um júri americano de sete acusações de fraude e conspiração por conta da quebra da corretora no final de 2022.

Publicidade

O escritor o conheceu durante o auge da empresa, ou seja, quando Sam era “o bilionário mais jovem do mundo e o Deus das criptomoedas”, conforme descreve em seu site.

“CEOs, celebridades e líderes de pequenos países competiram por seu tempo e dinheiro depois que ele foi catapultado, praticamente da noite para o dia, para a lista de bilionários da Forbes. Quem era esse cara amarrotado de shorts cargo e meias brancas moles, cujos olhos se contorciam nas reuniões do Zoom enquanto ele jogava videogame paralelamente?”, diz um trecho sobre a obra.

Para Lewis, o livro se propõe a responder a essa pergunta, levando os leitores à mente de SBF, “cuja ascensão e queda oferecem uma educação em negociação de alta frequência, criptomoedas, filantropia, falências e sistema judiciário”.

Michael Lewis é autor de outras obras de sucesso como ‘A jogada do século’ (The Big Short, 2011), livro que inspirou o filme ‘A Grande Aposta’, lançado em 2015, dirigido por Adam McKay e com 5cinco indicações ao Oscar.

Publicidade
(Reprodução/O Globo)

O caso da FTX

Em novembro, Sam Bankman-Fried foi considerado culpado por um júri americano de sete acusações de fraude e conspiração, após o colapso da corretora de criptomoedas no final de 2022. Até então, a FTX era uma das maiores exchanges do mundo, mas entrou em uma grave crise após a suspeita de que a empresa usava ilegalmente fundos de clientes.

Após dias de pânico, um possível resgate pela Binance trouxe esperança ao mercado, mas no dia 9 de novembro a corretora chinesa desistia do negócio e fazia ruir de vez qualquer tentativa da FTX sobreviver. Dois dias depois, a empresa entraria com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos.

Hoje, todo o grupo FTX — incluindo a empresa irmã Alameda Research — está quebrado e seu fundador, Sam Bankman-Fried, está preso e condenado. Sua sentença será divulgada na semana que vem.

VOCÊ PODE GOSTAR
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

Polícia do RJ investiga grupo acusado de roubar R$ 30 milhões com pirâmide financeira

Para ganhar a confiança dos investidores, a empresa fraudulenta fazia convites para assistir jogos de futebol em camarote do Maracanã
Imagem da matéria: Memecoin assume ser golpe e mesmo assim recebe R$ 146 mil de investidores

Memecoin assume ser golpe e mesmo assim recebe R$ 146 mil de investidores

Criadores da memecoin THEPLAN alertaram: “Não compre esta moeda, pois ela irá para zero”
Moeda de Bitcoin no centro de dados IA

Algoritmos de Aprendizado de Máquina preveem preço do Bitcoin para 30 de abril

Inteligência artificial prevê para o último dia deste mês que o preço do Bitcoin passe por um ligeiro ajuste
Imagem da matéria: Baleias estão mais famintas do que nunca por Bitcoin; Veja por quê

Baleias estão mais famintas do que nunca por Bitcoin; Veja por quê

“Atualmente a demanda de Bitcoin por esse grupo de investidores é a maior de todos os tempos”, diz estudo da CryptoQuant