Imagem da matéria: Lamborghini do Rei do Bitcoin é arrematada em leilão por R$ 845 mil
Lamborghini leiloada do Rei do Bitcoin (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

O carro esporte de luxo Lamborghini Gallardo C4 apreendido pela Polícia Federal na operação que levou para trás das grades Cláudio Oliveira, o conhecido “Rei do Bitcoin”, foi leiloado nesta sexta-feira (22) por R$ 845.250.

Esse preço é 34% superior à avaliação de R$ 629 mil do carro de luxo de 2009 e foi o lance inicial de um leilão muito acirrado, dominado principalmente por duas pessoas.

Publicidade

Um participante denominado apenas como “Diego Aguiar”, do Rio de Janeiro, foi quem deu o último lance e ficou com a Lamborghini, após uma disputa feroz com seu adversário “KOBBER”, um residente de Pinhais (PR).

Para levar o carro para casa, Aguiar precisou dar 27 lances. Ao todo, foram 63 lances feitos ao veículo, no leilão que aconteceu no site da empresa Kronberg.

A  Lamborghini fazia parte de um conjunto de carros de luxo, jóias, bolsas, bolos de dinheiro, e carteiras físicas de criptomoedas confiscadas durante a Operação Daemon, que levou à prisão de Oliveira e seus cúmplices, acusados de aplicar um golpe de R$ 1,5 bilhão em 7 mil pessoas por meio do Grupo Bitcoin Banco.

O comprador pagou R$ 805 mil pelo carro, mais R$ 40.250 em comissão (Imagem: Kronberg Leilões)

Embora a Lamborghini tenha sido o centro das atenções, o leilão desta manhã também colocou à venda outros dois carros: uma BMW 750I ano 2014 com lance inicial de R$ 231 mil, e um Honda HR-V Touring ano 2018 com lance inicial de R$ 140 mil. 

Publicidade

Esses veículos, no entanto, não receberam nenhum lance e voltam a ficar disponíveis para compra em um segundo leilão que acontece na próxima sexta-feira (29) às 10h20, também no site da Kronberg.

Outros leilões de pertences apreendidos do Rei do Bitcoin já haviam sido feitos em dezembro do ano passado. Na ocasião, a Polícia Federal obteve R$ 430 mil com a venda de malas, bolsas, óculos, entre outros artigos de marcas famosas.

O dinheiro recolhido nos leilões deverá ser utilizado para pagar credores do Rei do Bitcoin.

Lamborghini virou xodó da PF

“Equipado com motor de 10 cilindros e potência de 560 cv, o veículo vai de zero a 100 km/h em 3,7 segundos, podendo alcançar a velocidade máxima de 325 km/h”, descreve a Polícia Federal a Lamborghini Gallardo C4, carro que virou xodó das autoridades no último ano.

A Lamborghini ganhou “a cara” da PF em agosto do ano passado após a Justiça Federal autorizar o uso do carro em eventos, exposições e ações pedagógicas de repressão ao crime organizado.

Publicidade

A polícia adesivou a Lamborghini de cima a baixo com seu logo e, no mês seguinte, o veículo foi o centro da exposição “PF em Ação no Paraná”, sediada no Museu Oscar Niemeyer (MON) em Curitiba.

Veja abaixo fotos da Lamborghini leiloada:

Rei do Bitcoin é condenado

O empresário Cláudio Oliveira, conhecido como Rei do Bitcoin, foi condenado em abril a oito anos e seis meses de prisão por estelionato e crimes contra o sistema financeiro nacional. A sentença é do juiz Paulo Sergio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba.

O magistrado ressaltou que Oliveira não poderá recorrer da sentença em liberdade, pois os fatos que motivaram a prisão preventiva do empresário continuam presentes: ele poderia dificultar as investigações.

Na decisão, o juiz aponta que a operação do Grupo Bitcoin Banco, criado pelo empresário, era fraudulenta e se baseava na criação de duas empresas: uma listava bitcoin com preço alto e a outra com preço baixo. As companhias vendiam entre si os ativos e geravam lucros para os investidores.

Mas era tudo uma fachada. Não existiam bitcoins reais, transações e nada era registrado em blockchain. Era tudo maquiado para criar balanços favoráveis e os resultados eram apresentados em uma plataforma chamada Fortknox.

Publicidade

O magistrado aponta que o sistema operava “de forma temerária, pois ausente qualquer registro em blockchain procedimento que garantiria a segurança e autenticidade das operações”.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Trader que roubou US$ 110 mi da plataforma DeFi Mango Markets é considerado culpado

Trader que roubou US$ 110 mi da plataforma DeFi Mango Markets é considerado culpado

Avraham Eisenberg foi considerado culpado de manipular a plataforma Solana DeFi Mango Markets em 2022 e fugir dos EUA com os fundos
Imagem da matéria: OKX corta taxas de negociação e introduz taxa negativa no Brasil; entenda

OKX corta taxas de negociação e introduz taxa negativa no Brasil; entenda

Segundo a OKX, haverá um modelo de níveis em que usuários poderão ter taxas de maker negativas ou zeradas dependendo do saldo na exchange
Imagem da matéria: FBI intima participantes de evento de 2022 após roubo de dev do Bitcoin Core

FBI intima participantes de evento de 2022 após roubo de dev do Bitcoin Core

Dashjr, cofundador do pool de mineração Ocean, teve um montante de Bitcoin roubado que hoje vale mais de US$ 14 milhões
Imagem da matéria: Bitcoin deve cair mais após o halving, avalia JPMorgan

Bitcoin deve cair mais após o halving, avalia JPMorgan

Avaliação do JPMorgan é que o Bitcoin está sobrecomprado e que o mercado já precificou o halving nos últimos meses