Imagem da matéria: Justiça determina novo bloqueio de R$ 7 mil em contas do Bitcoin Banco
Foto: Shutterstock

A Justiça determinou, por meio de decisão liminar, que fossem bloqueados R$ 7.108,08 das contas da corretora de criptomoedas NegocieCoins, do grupo Bitcoin Banco. A decisão foi proferida na segunda-feira (10).

O juiz Henrique Nader, da 2ª Vara do Juizado Especial Cível de Campinas (SP), determinou também que o processo corresse em está em segredo de justiça pois há informações bancárias sigilosas das partes.

Publicidade

O Portal do Bitcoin, no entanto, teve acesso à decisão. Nela consta que se trata de uma ação que envolve os saques bloqueados de bitcoins.

Nader narrou em sua decisão liminar que nos autos constam elementos que comprovam que o autor do processo tinha solicitado o resgate de seus investimentos em criptomoedas, mas a Negociecoins não atendeu ao seu pedido.

Segundo o juiz, esse fato demonstra que há a chamada plausibilidade do direito, um dos requisitos necessários para a concessão da antecipação da tutela.

“Os documentos apresentados conferem a plausibilidade à alegação do autor de que solicitou o resgate de seus ativos financeiros aplicados em criptoativos, mas as rés não lhe creditaram o valor correspondente, apesar de superado o prazo contratual para tanto”.

Publicidade

Assegurando os ativos

O risco de demora na decisão também foi verificada pelo juiz. Esse é o outro requisito sem o qual o juiz não pode conceder uma liminar.  Nader apontou que pelo fato de existirem outros clientes da Negociecoins na mesma situação que o autor da causa, há o risco irreparável de dano caso ele tenha que esperar até o final do processo.

“Há risco de dano irreparável se for aguardada a tutela definitiva, pois até lá poderá não haver mais ativos das rés para cumprimento da condenação, considerando que há outros credores em situação semelhante”.

O valor bloqueado, no entanto, não será levantado pelo autor da ação. A ideia é apenas assegurar que no final do processo, caso ele vença na justiça tenha o que executar. Quanto a isso Nader disse, em sua decisão, que a quantia de R$ 7.108.08, “permanecerá depositada numa conta judicial até o julgamento final da causa”.

A determinação da Justiça também não quer dizer que esse valor será encontrado em alguma das contas da Negociecoins.

O que ocorrerá é que o juiz comunicará as instituições bancárias, via BacenJud (instrumento utilizado numa parceria entre o Banco Central e o Judiciário), para que elas bloqueiem as contas até o limite desse valor.

Publicidade

Bitcoin Banco bloqueado

Na segunda-feira (10), o resultado de um bloqueio de R$ 6 milhões feito nas contas das empresas que compõem o Grupo Bitcoin Banco, a Justiça somente conseguiu encontrar R$ 130 mil.

Vale mencionar que nem um real sequer foi encontrado nas contas da exchange NegocieCoins, uma das empresas que compõem o grupo econômico. e que está como ré nesse novo processo.

Já na TemBTC foi congelado um total de R$ 5.157,62. As duas últimas são empresas de Cláudio Oliveira.

O maior valor, de R$ 122 mil, foi encontrado na BAT. Embora a exchange tenha sido amplamente divulgada como pertencente ao Bitcoin Banco, ela pertence ao empresário Alexandre Tuna Vaz dos Santos.

Por ser uma espécie de decisão liminar, ela pode ser modificada a qualquer tempo pelo juiz. A empresa, que é ré nessa ação, também pode apresentar recurso contra essa decisão.

Segundo o Cointelegraph, dois pedidos de bloqueio contra empresa foram derrubados.

VOCÊ PODE GOSTAR
Celular com logo do Pix sob bandeira do Brasil

Pix: Um catalisador para o futuro das finanças descentralizadas no Brasil? | Opinião

Para o autor, o Pix, combinado com os princípios das finanças descentralizadas e conceitos de dinheiro programável, poderia abrir caminho para uma nova era de inovação financeira
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido