Imagem da matéria: Itamaraty volta a cobrar conhecimento sobre criptomoedas em concurso para diplomata
Foto: Shutterstock

Entre os conhecimentos exigidos no concurso para carreira de diplomata divulgado pelo Instituto Rio Branco está o domínio sobre criptomoedas, blockchain e os impactos de ambos na economia mundial. As informações estão na edição de terça-feira (15) do Diário Oficial da União.

O concurso é para entrada como terceiro-secretário e são 34 vagas. O candidato deve ser fluente em inglês, francês e espanhol e o salário inicial é de R$ 19.199,96 (valor bruto). Sete vagas são destinadas para pessoas negras e duas vagas para pessoas com deficiência.

Publicidade

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 25 de fevereiro e 20 de março por meio do site da empresas IADES, que organiza o concurso. A taxa para poder fazer a prova é de R$ 224.

No conteúdo programático sobre Política Internacional, cobrado na primeira e terceira fase do concurso, o último item é “Criptomoedas, blockchain e os impactos na economia mundial”.

A primeira fase é uma prova objetiva, com questões do tipo certo ou errado. A terceira fase é uma prova escrita.

Criptomoedas nos concursos do Itamaraty

O Ministério das Relações Exteriores passou a considerar o conhecimento sobre blockchain e criptomoedas como conteúdo obrigatório já em junho de 2020. O concurso era para a mesma posição de terceiro-secretário e o conhecimento exigido era descrito exatamente da mesma forma.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FBI intima participantes de evento de 2022 após roubo de dev do Bitcoin Core

FBI intima participantes de evento de 2022 após roubo de dev do Bitcoin Core

Dashjr, cofundador do pool de mineração Ocean, teve um montante de Bitcoin roubado que hoje vale mais de US$ 14 milhões
Imagem da matéria: O que reguladores e exchanges estão fazendo para melhorar a confiança no mercado cripto

O que reguladores e exchanges estão fazendo para melhorar a confiança no mercado cripto

Entre propostas como segregação patrimonial e prova de reservas, exchanges prometem segurança de diferentes formas enquanto o mercado aguarda a regulação
Ilustração de correntes ilustradas com pequenos zeros e uns

Degen Chain: a rede de camada 3 que está chamando atenção com a febre das memecoins

Novidade no mercado, a Degen foi construída na Base, uma rede de camada 2 do Ethereum, e já tem tido uma forte alta no número de transações
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe 4% e Ethereum salta 7% puxados por ETFs em Hong Kong e alívio de tensões no Oriente Médio

Manhã Cripto: Bitcoin sobe 4% e Ethereum salta 7% puxados por ETFs em Hong Kong e alívio de tensões no Oriente Médio

Após forte queda no fim de semana, Bitcoin e Ethereum voltam a ganhar força com notícias de que Hong Kong aprovou ETFs das criptomoedas