IQ Option
Shutterstock

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) rejeitou nesta terça-feira (9) um acordo proposto pela controversa plataforma estrangeira de negociação de opções binárias IQ Option para encerrar um processo que corre no órgão. A empresa é acusada de violar várias regras no Brasil, como a oferta pública de serviços de intermediação de valores mobiliários.

De acordo com documento divulgado pela CVM, a empresa havia proposto pagar R$ 30 mil a título de danos difusos ao mercado e devolver depósitos iniciais de clientes que acionaram a autarquia depois de um stop order divulgado em abril de 2020. Na época, o órgão determinou a suspensão da oferta de serviços.

Publicidade

Contudo, a falta de relatórios não permitiu que o pedido da IQ Option fosse aceito, segundo a CVM.

“A Procuradoria Federal Especializada junto à Autarquia (PFE-CVM) concluiu existir impedimento jurídico para a celebração do acordo, tendo em vista a falta de formulação de proposta indenizatória específica a cada investidor prejudicado (nome e valor) e de elementos nos autos que permitam afirmar que, de fato, houve a cessação/correção das práticas ilícitas pela acusada”, explicou o colegiado.

Portanto, “a proposta de termo de compromisso para encerrar o PAS CVM 19957.006709/2021-81” foi rejeitada pelo órgão, conforme parecer técnico finalizado no último dia 31.

Um trecho da Deliberação Final do comitê de Termo de Compromisso diz o seguinte:

“À luz do acima exposto, e tendo em vista (i) o óbice jurídico apontado na reunião pela PFE/CVM; e (ii) a gravidade, em tese do caso, inclusive, com indícios de oferta irregular para jurisdicionados brasileiros, bem como que as condutas imputadas no TA [Termo de Acusação] permaneceram mesmo após a stop order emitida, o Comitê deliberou[10] por opinar junto ao Colegiado pela rejeição da proposta, uma vez que entendeu, inclusive, que a celebração do ajuste de que se trata não seria conveniente e oportuna para o encerramento do caso”.

O que a IQ Option propôs

No Termo de Compromisso PAS CVM 19957.006709/2021-81, a IQ Option se comprometeu a realizar várias ações para sair da ilegalidade. Veja as propostas da empresa na íntegra.

Publicidade
  • “Não fazer campanhas de marketing direcionadas ao mercado brasileiro, o que inclui, em particular, propagandas em televisão, aberta ou fechada, outdoors ou revistas;
  • Não não mencionar em materiais de marketing da sociedade que os produtos e serviços fornecidos por IQ OPTION LLC são destinados a residentes no Brasil;
  • Reforçar em sua página na Internet o disclaimer de que a sociedade não é registrada ou regulada pela CVM; a informação de seus Termos e Condições de que os serviços são prestados em São Vicente e Granadinas, e não no Brasil;
  • Não utilizar em sua página na Internet qualquer tipo de bandeira que remeta ao Brasil
  • Indenização a cada um dos investidores que apresentaram reclamação à CVM após a edição do Ato Declaratório CVM 17.790, no valor dos prejuízos causados, limitado ao depósito inicial do investidor; e
  • Pagar à CVM o valor de R$ 30.000,00, em parcela única, atualizado pelo IPCA, desde a celebração do Termo de Compromisso até a data do efetivo pagamento”

O que a CVM havia determinado

Em abril de 2020, a CVM publicou um stop order contra a empresa por atuação irregular no mercado e determinou que a plataforma deixasse de captar clientes no Brasil para investimentos em Forex sob pena de multa diária no valor de R$ 1 mil. 

De acordo com a decisão da Superintendência de Relações com o Mercado e Intermediários (SMI) na época, a IQ Option ofertava sem a autorização da CVM contrato derivativo, uma espécie de valor mobiliário — Contracts For Difference (CFD) e em opções binárias.

A questão, porém, é que os CFDs e as opções binárias são operações cujo resultado deriva do resultado dos ativos em que se baseiam, nesse caso na troca de pares de moedas estrangeiras: o Forex.

“As características acima referidas amoldam-se à definição de contrato derivativo e, por conseguinte, ao conceito legal de valor mobiliário, conforme disposto no inciso VIII do art. 2º da Lei nº 6.385, de 7 de dezembro de 1976”, afirmou a autarquia na ocasião.

Publicidade

Portanto, a proibição se deu pelo fato da IQ Option “não integrar o sistema de distribuição previsto no art. 15 da Lei nº 6.385/76”, conforme descreveu o documento na época.

Clientes reclamam da IQ Option

Existem centenas de registros contra a IQ Option no site Reclame Aqui, inclusive nos dias atuais. As queixas são, na maioria das vezes, problemas de saques e depósitos.

Outro ponto relevante foi a quantidade de golpes que surgiram no Brasil dada a ascensão da plataforma. Isso porque começaram a aparecer supostos traders oferecendo cursos mal elaborados e serviços financeiros, como, por exemplo, operar o dinheiro de terceiros, o que também viola as regras da CVM.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos