fachada de uma academia Bodytech
Divulgação

Em meio ao desenvolvimento de novas dinâmicas de utilidade para o ecossistema de ativos digitais, o Mercado Bitcoin, ​​maior plataforma de ativos digitais da América Latina, oferecerá, a partir desta semana, em parceria com a Bodytech Company – rede composta pelos maiores centros de atividades físicas, esportes, bem-estar e lazer do país -, o primeiro sistema de benefícios tokenizado para academias. A oferta terá pré-lançamento em São Paulo – SP até o final do ano.

O BT Token Black representa o direito de uso de todas as academias da Bodytech, que dará acesso a estacionamentos, piscinas, musculação, aulas de natação, entre outras atividades. Diferente de um plano, o cliente paga uma única vez para ter acesso à academia pelo tempo escolhido, não se preocupando com futuros reajustes.

Publicidade

O token pode ser adquirido pelo período de cinco ou dez anos, sendo o valor inicial no pré-lançamento de R$ 32,5 mil e a segunda, de R$ 50 mil. Quem aderir ao produto poderá frequentar qualquer uma das mais de 70 unidades da Bodytech nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Brasília, Espírito Santo, Bahia, Goiás, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí, Maranhão e Pará.

Para aderir, os interessados devem baixar o aplicativo ou site do MB, efetuar o cadastro para abrir a conta, enviar os documentos para se tornar um cliente VIP e realizar o depósito via Pix. Em seguida, o usuário deve utilizar o buscador no app ou site do MB, pesquisar por BTB, selecionar a oferta BT Token Black desejada e finalizar sua compra. Após a finalização, um consultor do MB entrará em contato para direcionar a ativação do token.

Com a novidade, a Bodytech aposta na mudança na relação dos clientes com a academia, colocando o bem-estar por meio da atividade física em um lugar central na vida, que demanda investimento e compromisso a longo prazo, da mesma forma que a educação e a saúde, por exemplo. Além dos benefícios inéditos – nenhum plano da rede inclui todos os acessos que o token oferecerá – o diferencial é fazer parte da rede como um cliente que detém um ativo digital da companhia.

“A parceria reforça o pioneirismo do MB no mercado de tokenização ao oferecer uma nova dinâmica de benefícios desenvolvido para a rede Bodytech para o setor de academias. Da mesma forma, buscamos mostrar as infinitas possibilidades de aplicação da tokenização em múltiplos modelos de negócio, por meio de benefícios reais”, diz Vitor Delduque, Diretor de Novos Negócios do MB Tokens.

Publicidade

O projeto consolida o portfólio de tokenização do MB em diferentes indústrias, a exemplo de sua atuação no mercado de Fan Tokens – ativos digitais que representam a decisão de torcedores nos rumos de seus times preferidos. Desde 2019, a exchange também oferece tokens de precatórios, consórcios, fluxos de pagamento, ativos de energia e tokens de esporte com mecanismo de solidariedade da FIFA (Vasco Token e Token da Vila).

Pioneiro no setor, o MB recentemente atingiu a marca de R$ 200 milhões em ativos tokenizados e planeja expandir sua atuação no ecossistema de ativos digitais.

Para Luiz Urquiza, CEO da Bodytech Company, o token veio para revolucionar o mercado fitness, por meio do uso da tecnologia como ferramenta de mudança na forma em que empresas e consumidores se relacionam. O novo produto ainda permite que o cliente seja proprietário de um ativo digital, que inclusive pode ser comercializado.

“Além disso, um token de cinco ou dez anos incentiva as pessoas a se comprometerem com a sua saúde a longo prazo, dando a elas benefícios exclusivos e o melhor custo-benefício, já que o pagamento é feito uma única vez, sem custos adicionais por todo o período escolhido. A iniciativa é totalmente aderente ao nosso propósito que é “Transformar histórias através do movimento”, explica Urquiza.

Publicidade

Sobre a escolha pelo Mercado Bitcoin, segundo o CEO, se justifica por sua atuação no mundo inteiro e reconhecida presença no mercado brasileiro.

VOCÊ PODE GOSTAR
Presidente do Banco Central Roberto Campos Neto falando diante de um microfone

Presidente do Banco Central se reúne com MB um dia após anunciar agenda da regulação do mercado cripto

O Banco Central divulgou ontem os próximos passos para a regulação do setor cripto e espera concluir o processo até o final de 2024
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024. Foto: Rug Radio

Como o fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, mantém suas criptomoedas seguras

“Descentralize sua própria segurança”, diz Buterin – mas ele não usa uma cold wallet para suas próprias criptomoedas
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum