Imagem da matéria: Instituto Lula vai ensinar sobre Bitcoin e NFTs em curso de economia digital
Ex-presidente Lula (Foto: Shuttertock)

O Instituto Lula, entidade ligada ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, abriu nesta semana as inscrições para o curso “Economia & Sociedade Digital: uma introdução”, que ensinará aos alunos, entre outros assuntos, como funciona o bitcoin, criptomoedas e NFTs.

O objetivo do curso é construir um panorama sobre as transformações econômicas mais relevantes da área digital, o que engloba o emergente mercado de criptomoedas.

Publicidade

As aulas gravadas serão disponibilizadas a partir da próxima terça-feira (22) e as inscrições podem ser feitas através do site oficial do Instituto Lula.  

O curso gratuito será ministrado por Edemilson Paraná, professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), que tem o bitcoin como uma das suas principais linhas de pesquisa acadêmica.

Em 2020, Paraná publicou o livro “Bitcoin: a utopia tecnocrática do dinheiro apolítico”, que ofereceu um ponto de vista marxista das criptomoedas, visão um tanto rara no mercado cripto. Em entrevista concedida na época, ele explicou por que enxerga o bitcoin como “filho rebelde do neoliberalismo”.

Ao Portal do Bitcoin, o professor disse que recebeu o convite após a organização criada pelo ex-presidente Lula se mostrar interessada em ingressar no debate público sobre as criptomoedas, oferecendo um tipo de formação introdutória que possibilite pensar sobre esse assunto com mais capacidade analítica.

Publicidade

“A discussão sobre bitcoin dentro do curso serve a duplo propósito,  de um lado apresentar essas tendências mais gerais que eu venho discutindo nas minhas pesquisas, e de outro lado, permitir aqueles que estão tendo o primeiro contato com o tema, entender do que se trata as criptomoedas e os desdobramentos que o mundo cripto podem trazer para a economia e para a sociedade em geral”, disse.

Embora o curso seja introdutório, Paraná afirma que ele pode ser de interesse do público que já tem conhecimento na área, por oferecer uma perspectiva diferente:

“O curso vai enquadrar o mundo cripto num contexto mais amplo e discutir o contexto político e econômico nas quais essas inovações emergem. Acho que isso pode agregar alguma coisa para quem realmente quer conhecimento e não só agitação política”.

Instituto Lula de olho nas criptomoedas

O professor Edemilson Paraná disse que o convite do curso deixou nítido o interesse do Instituto Lula de prestar atenção às questões da área digital e a importância crescente que esse mercado passa a ter na vida social, econômica e política do país. 

Publicidade

“Acho que uma série de coisas chamaram atenção desse campo político para isso, por exemplo, a proeminência de liberais e conservadores políticos nesse espaço de atuação. É evidente que o mundo cripto é em grande medida povoado por esse espectro político liberal/conservador, mas é necessário outras formas de compreender o que está acontecendo, se apossar das discussões e participar do debate com a sociedade”, apontou Paraná.

Ele ressaltou que não é filiado a nenhum partido político e que aceitou o convite de ministrar o curso como acadêmico uma vez que o Instituto Lula deixou claro que essa é uma atividade sem interesse eleitoral.

VOCÊ PODE GOSTAR
javier milei presidente da argentina

Milei é criticado por propor regulação cripto: “Sofrerá as consequências de não entender o Bitcoin”

“Javier Milei cometeu grande erro. Ele nunca reservou um tempo para entender o Bitcoin e irá sofrer as consequências”, disse Max Keiser
Celular com logotipo da Receita Federal sobre notas de reais

Receita alerta sobre golpe do “erro na declaração” do Imposto de Renda; veja como se proteger

Os criminosos informam supostos erros em declarações para induzir a vítima a baixar um arquivo malicioso
Imagem da matéria: Adolescentes são presos por extorquir investidor de criptomoedas em hotel de luxo

Adolescentes são presos por extorquir investidor de criptomoedas em hotel de luxo

O hotel Harbour Grand Kowloon, em Hong Kong, era frequentemente utilizado para a negociação informal de criptomoedas
graficos vermelhos em queda

Investidores sacam R$ 1 bilhão de projeto DeFi da Solana após renúncia de CEO

O fundador da Marginfi anunciou sua renúncia em meio a um turbilhão de controvérsia e desentendimento operacional