Imagem da matéria: Índice que mede o sentimento dos investidores de Bitcoin entra em "Extremo Medo"
Foto: Shutterstock

O mercado está tenso. O índice de Medo e Ganância (Fear and Greed, em inglês) do Bitcoin marcou nesta quinta-feira (6) a avaliação é de “Extremo Medo”.

Até o sentimento é volátil no mercado de criptomoedas: menos de dois meses atrás, no dia 9 de novembro de 2021, o índice marcava 84 pontos, o que mostrava um otimismo geral de que o ativo iria continuar valorizando.

Publicidade

O recorde negativo até agora foi registrado no dia 6 de fevereiro de 2018, quando o índice marcou oito pontos — no momento está em 15.

Foi um momento de volatilidade extrema: no dia 16 de dezembro de 2017 o Bitcoin valia mais de US$ 19 mil e no dia 5 de fevereiro de 2018, menos de dois meses depois, era cotado em menos de US$ 7 mil.

Em 2022 o cenário é outro: após a imprensa americana adiantar que o Federal Reserve pretende aumentar os juros nos EUA antes do esperado e da revolta popular no Cazaquistão, segundo maior minerador do mundo, o Bitcoin despencou e no momento da produção deste texto é vendido a US$ 43.019.

Indicador mostra como o mercado está avaliando o momento do Bitcoin

Índex de Medo e Ganância

Esse índex é feito pela Alternative, uma plataforma que compara softwares e faz indicações personalizadas para usuários que buscam saber qual programa usar para determinada atividade.

Publicidade

O cálculo é feito levando em conta a volatilidade dos preços, o valor de mercado do momento e as publicações nas redes sociais (um robô analisa posts do Twitter por meio de hashtags e quantas interações o post recebe e quão rápidas são feitas essas interações).

A empresa tem como conceito o fato de que as ações humanas são feitas não de forma racional, mas sim emocional.

Quanto maior o nível de “Medo”, mais probabilidade se tem de ser um medo irracional, com vendas generalizadas e uma possível alta vindo em sequência.

Da mesma forma, quanto maior a “Ganância”, mais sinais de há um otimismo exagerado, com compras e expectativas de alto ganhos, e, assim, um reajuste de preço pode estar por vir.

Publicidade

Maior ganância

O momento de maior “Ganância” registrado foi no dia 31 de dezembro de 2020: 95 pontos. Naquele momento o Bitcoin era vendido a US$ 29 mil.

Como sabemos hoje em dia, ainda havia espaço para muito mais crescimento. No dia 21 de fevereiro de 2021, menos de dois meses depois, o BTC era cotado em US$ 57.492.

No dia 9 de novembro do ano passado o BTC atingiu seu maior preço até o momento: US$ 68.530.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

Estado dos EUA investe R$ 510 milhões em ETF de Bitcoin da BlackRock

O investimento foi confirmado hoje pelo Conselho de Investimentos do Estado de Wisconsin (SWIB)
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento