Imagem da matéria: Bitcoin renova máxima histórica e quebra recorde de preço em reais
Foto: Shutterstock

O Bitcoin (BTC) foi às alturas na noite de segunda-feira (8) e, graças ao novo impulso de preços, passou voando pela antiga máxima histórica de US$ 66.930 até bater um novo recorde de US$ 68.530. 

Já no Brasil, o bitcoin finalmente superou seu antigo recorde de preço em real — algo que não havia acontecido durante as altas de outubro — ao atingir uma topo de R$ 380 mil na manhã desta terça (9), de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin.

Publicidade

A criptomoeda líder do mercado consolidava seu preço há três semanas, na maior parte do tempo acima do nível de US$ 60 mil, mas ainda sem forças para replicar o desempenho de meados de outubro. Desde que a semana começou, no entanto, o bitcoin voltou a acumular ganhos significativos.

Como de costume, a alta do bitcoin se intensificou na abertura do mercado asiático, a partir das 20h da noite e, em menos de três horas, o bitcoin foi de US$ 66 mil para US$ 68.500.

O BTC está valorizando 3,2% nas últimas 24 horas e atualmente é negociado pouco abaixo do topo histórico, a US$ 68.220 segundo o CoinMarketCap.

O papel do bitcoin como ativo financeiro de proteção ao investidor ganha força à medida que cresce no mundo inteiro os temores com o aumento da inflação. Ao mesmo tempo, o próprio ecossistema da criptomoeda está criando um cenário propício para a alta dos preços. 

Publicidade

Segundo dados do Glassnode, por exemplo, o balanço de bitcoin nas exchanges continua a cair, sinalizando que menos investidores estão dispostos a vender suas moedas. Em paralelo, o número de carteiras únicas com um saldo superior a zero bitcoin voltou a ficar em torno de 39 milhões, nível perto do recorde de maio.

Ethereum dispara e altcoins ganham força

Como esperado, o bom desempenho do bitcoin reflete em todo setor cripto que atingiu uma capitalização de mercado combinada de US$ 3 trilhões no início da semana.

Ethereum (ETH), a segunda maior criptomoeda do mundo, bateu um novo topo histórico de US$ 4.837 na madrugada. Já é o segundo dia consecutivo que o ether renova seu recorde de preço. Neste ritmo, a meta do ativo para o restante da semana é superar a barreira dos US$ 5 mil.

Desde então, o ether recuou para US$ 4.800, operando em alta de 1,5% nas últimas 24 horas. Nas corretoras brasileiras, o ETH é negociado por volta de R$ 26 mil.

Publicidade

Outra altcoin que surpreende nesta manhã é a Litecoin (LTC), que acumula ganhos de 20% nas últimas 24 horas. A moeda foi capaz de atingir a sua melhor cotação em seis meses e agora está valendo cerca de US$ 252. Apesar da alta, a Litecoin precisa valorizar mais 39% para se aproximar do recorde de maio, quando atingiu um topo de US$ 412.

Entre as altcoins que acompanham a alta nesta terça está a Cardano (+11%), Binance Coin (+0,5%), Solana (+1,4%) e Uniswap (+4%). Já a Polkadot (-0,5%) e Dogecoin (-1%) contrariam a tendência do mercado e registram leves quedas nesta manhã.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Manhã Cripto: Ethereum sobe 2,6% e flerta com US$ 4 mil; PEPE bate novo recorde

Com ganhos de 10% no dia, PEPE foi capaz de atingir um novo preço recorde de US$ 0.000017
Imagem da matéria: Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Depois que 5 bilhões de tokens GALA foram cunhados e roubados na segunda-feira, a Gala Games recuperou parte dos fundos em ETH – e ainda está descobrindo o resto
Imagem da matéria: Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

A big tech revelou o Copilot+ PC “projetado para IA” que recorda tudo o que é exibido na tela do seu computador
Imagem da matéria: Câmara dos EUA aprova projeto de lei para frear criação de CBDC

Câmara dos EUA aprova projeto de lei para frear criação de CBDC

O apoio à legislação ficou bastante dividido entre os partidos, com muito menos apoio dos democratas em comparação com outros projetos de lei envolvendo criptomoedas neste mês