Novo logotipo da exchange Huobi, HTX
Shutterstock

A exchange de criptomoedas HTX, antiga Huobi, perdeu 5.000 Ethereum (ETH), cerca de R$ 40 milhões, após ser alvo de um ataque hacker. O incidente foi divulgado na manhã desta segunda-feira (25) pelo sócio da empresa, Justin Sun, por meio de um post no X, antigo Twitter.

De acordo com Sun, todos os problemas relacionados ao ataque já foram resolvidos e “todos os ativos do usuário estão seguros”. Sun informou também que a plataforma da HTX já opera normalmente. “As perdas ocorridas foram cobertas pela empresa”, escreveu. Uma recompensa também foi anunciada.

Publicidade

Sun fez uma thread com alguns detalhes do incidente, publicando inclusive o endereço de carteira do suposto cibercriminoso.

Segundo ele, o hack foi detectado por volta das 18h de domingo no horário de Singapura, portanto, na manhã de sábado no Brasil. “Imediatamente após o incidente tomamos medidas rápidas para evitar quaisquer perdas”, escreveu.

Ele disse que o fundo roubado representa “uma quantia relativamente pequena em comparação com os US$ 3 bilhões em ativos mantidos por nossos usuários” e que o cerca de R$ 40 milhões equivalem “a apenas duas semanas de receita da plataforma HTX”.

HTX oferece recompensa

Muitas empresas de criptomoedas geralmente oferecem uma porcentagem do valor roubado como uma forma de recompensar o hacker pela descoberta da vulnerabilidade. Neste sentido, Sun detalhou que lançou a oferta, mas se o hacker não se prontificar a fazer o acordo, o caso irá parar na polícia.

“Se os fundos não forem devolvidos no prazo de sete dias, vamos informar as autoridades responsáveis ​​pela aplicação da lei para que tomem medidas adicionais e processem o hacker”, disse Sun.

Publicidade

“Estamos dispostos a oferecer 5% do valor roubado como recompensa de white hacker para encorajar o hacker a devolver os fundos roubados. Se o hacker devolver os fundos, também o contrataremos como consultor de segurança da HTX”.

Mudança de nome da Huobi

Há duas semanas, a exchange de criptomoedas Huobi anunciou a mudança do seu nome para HTX em comemoração ao seu décimo aniversário. A equipe então alterou a sua marca e nome em todas as redes sociais, além do site oficial e também em seus produtos.

Em comunicado, a corretora explicou o novo nome: o “H” vem de Huobi, o “T” é de TRON (ecossistema de criptomoedas criado por Justin Sun) e representa o compromisso da empresa em estar totalmente operante com o token, enquanto o “X” significa exchange.

Em nota, a HTX disse que sua “nova missão” é “construir um porto livre no metaverso com a visão de alcançar a liberdade financeira para 8 bilhões de pessoas no planeta”.

Talvez você queira ler
Ilustração de bandeira do Brasil dentro moeda de Bitcoin

Senado aprova projeto de lei que cria imposto para criptomoedas mantidas em corretoras fora do Brasil

Alíquota de 15% faz parte de um plano mais amplo de tributar fundos exclusivos e offshores de brasileiros mantidos no exterior
Imagem da matéria: Sam Altman volta a ser o CEO da OpenAI

Sam Altman volta a ser o CEO da OpenAI

Em uma declaração após sua reintegração, Altman disse: “Eu amo a OpenAI, e tudo o que fiz nos últimos dias foi para manter essa equipe unida”
Imagem da matéria: Projeto DeFi fará airdrop de 100 milhões de tokens para carteiras Solana; veja se você está na lista

Projeto DeFi fará airdrop de 100 milhões de tokens para carteiras Solana; veja se você está na lista

A plataforma de staking líquido Jito fornecerá 100 milhões de tokens à sua comunidade para criar uma governança coletiva
Cauda de baleia sob um mar de moedas de bitcoin

Baleia acumula R$ 2 bilhões em Bitcoin em 3 semanas; veja quem é

Ao iniciar as transações no início do mês, a carteira de Bitcoin logo se tornou a 70ª maior do mundo com 11.268 BTC