Banner publicitário do token Imortal do Grêmio.
(Grêmio e Win The Game)

O Grêmio, tradiconal clube do futebol brasileiro, anunciou que vai iniciar na quinta-feira (6) a fase de pré-venda de seu novo token esportivo, o Fan Pass $IMORTAL, construído em conjunto com empresas do grupo BTG Pactual.

Os tokens darão acesso a produtos e conteúdos exclusivos, vantagens, descontos e experiências únicas, além da possibilidade de apoiar o time.

Publicidade

A campanha envolvendo o token IMORTAL foi desenvolvida pelo clube, em parceria com três instituições:

  • Win The Game, empresa de negócios da área de esporte e entretenimento que tem a holding do BTG Pactual como sócia;
  • Mynt, plataforma de negociação de criptoativos também do BTG Pactual;
  • Lumx, startup especializada em soluções baseadas em blockchain.

O Grêmio acredita que esse projeto aproximará ainda mais o clube de seus torcedores, por meio de experiências e interações exclusivas.

Algumas das experiências devem incluir camisas autografadas pelo elenco, mensagens personalizadas dos ídolos, possibilidade de assistir partidas no camarote da Arena do Grêmio, participar de desafios de pênaltis com os jogadores, viajar com o elenco para partidas e até caixas misteriosas com premiações.

Henrique Gutterres, diretor executivo de marketing do Grêmio, explica que os planos para o Fan Pass incluem também a possibilidade de funcionalidades ainda mais completas, como leilão, comercialização de colecionáveis entre usuários e integração com parceiros.

“A ideia é tornar o $IMORTAL a “moeda oficial”, com a possibilidade de, no futuro, ser aceita como forma de pagamento em nossas lojas, bilheteria e qualquer transação financeira em que o Grêmio estiver envolvido”, diz Gutterres.

Publicidade

Nessa fase inicial (pré-venda), o $IMORTAL poderá ser adquirido por R$2,00, exclusivamente antes da venda pública, que será realizada em setembro.

“O $IMORTAL traz diferenciais importantes em relação a outros produtos similares, e o principal deles é que o Grêmio poderá conhecer melhor o perfil dos torcedores, e oferecer cada vez mais produtos personalizados”, destaca Claudio Pracownik, CEO da Win the Game.

“Com este projeto inovador, acreditamos que iremos aperfeiçoar a forma como a torcida se relaciona com o clube, desenvolvendo um novo modelo de economia, por meio da tecnologia do blockchain, que permite ao torcedor acessar experiências diferenciadas e exclusivas” diz André Portilho, Head de Digital Assets do BTG Pactual.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Não só Notcoin: conheça os jogos de Telegram que pagam criptomoedas

Não só Notcoin: conheça os jogos de Telegram que pagam criptomoedas

Hamster Kombat está liderando a próxima onda de jogos do Telegram que permitem que você ganhe tokens nos próximos airdrops
Imagem da matéria: Memecoins da TON sobem apesar de fraqueza do mercado cripto

Memecoins da TON sobem apesar de fraqueza do mercado cripto

Memecoins criadas na TON, como The Resistance Cat, tiveram alta de até 50% no domingo, recuperando parte das perdas recentes
Imagem da matéria: Traders de Ethereum apostam na estratégia "Condor de Ferro" para aumentar lucros; entenda

Traders de Ethereum apostam na estratégia “Condor de Ferro” para aumentar lucros; entenda

Os traders têm usado a faixa de preço entre US$ 3.200 e US$ 3.400 para definir o risco, disse a Wintermute
Logotipo da LayerZero em branco no fundo preto

MB realiza listagem relâmpago de ZRO, token que originou US$ 258 milhões em investimentos em 24 horas

O lançamento refere-se ao token de governança da LayerZero, o protocolo de infraestrutura de interoperabilidade blockchain mais utilizado do mercado