O que antes parecia ser apenas uma possibilidade, agora está se transformando em realidade após dois fundos de índice (ou ETFs, na sigla em inglês) ligados a futuros de bitcoin estrearem em Wall Street na semana passada.

Um ETF é um veículo de investimento que rastreia o desempenho de um ativo ou grupo de ativos. No caso de um ETF de futuros de bitcoin, o ativo em questão são os contratos futuros de bitcoin negociados na Bolsa Mercantil de Chicago (CME).

Publicidade

Atualmente, a CME é a única plataforma regulamentada nos EUA a oferecer esse tipo de produto.

O “Bitcoin Strategy Fund” da ProShares (o primeiro ETF de futuros de bitcoin a ser listado nos EUA) foi lançado na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) na última terça-feira (19), seguido do ETF “Bitcoin Strategy Fund” da Valkyrie, lançado na Nasdaq na última sexta-feira (22).

Embora ETFs ofereçam a investidores individuais os benefícios de diversificação, proteção e liquidez, sem a necessidade de armazenar diretamente o ativo, vêm com uma taxa anual de gestão (um aspecto importante que qualquer investidor esperto leva em consideração).

Ambos os fundos da ProShares e da Valkyrie têm uma taxa de 95 pontos-base (0,95%), ou seja, investidores pagam US$ 9,50 por cada US$ 1 mil.

O ETF da ProShares (BITO) chamou bastante atenção dos investidores, pois o volume negociado do fundo atingiu quase US$ 1 bilhão no primeiro dia. O ETF da Valkyrie (BTF) teve um lançamento bem mais tranquilo, com apenas US$ 80 milhões negociados, de acordo com a Bloomberg.

Publicidade

É provável que as coisas fiquem mais interessantes conforme o ETF de futuros de bitcoin da VanEck, o terceiro a ser aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC), é lançado na NYSE esta semana.

O ETF “Bitcoin Strategy Fund” da VanEck (XBTF) possui uma proporção de gastos de 0,65%, um custo bem abaixo do que o oferecido pela ProShares e pela Valkyrie. Assim, investidores podem preferir um produto mais barato.

A “guerra brutal de taxas” dos ETFs de futuros de bitcoin

“No fim das contas, ETfs de futuros de bitcoin são produtos de commodities. Custos são importantes e espero que aconteça uma guerra brutal de taxas nessa categoria”, disse Nathan Geraci, presidente da ETF Store, em entrevista ao Financial Times.

Geraci acrescentou que o lançamento do XBTF da VanEck “é o primeiro tiro de uma competição implacável e contínua de taxas”.

Publicidade

A taxa de administração da VanEck também é bem mais barata do que os 95 pontos-base cobrados pelo produto negociado em bolsa (ETP) de bitcoin da WisdomTree (BTCW), o ETP fisicamente lastreado em bitcoin do mercado europeu.

O único ETF de bitcoin barato do mundo é o ETF CI Galaxy Bitcoin (BTCX), um ETF de bitcoin à vista listado no Canadá que possui uma proporção de gastos de 0,40%, de acordo com dados do site TrackInsight.

Apesar de altas taxas e modestos volumes de negociação no lançamento, Leah Wald, CEO da Valkyrie, deixou bem claro que prefere focar no longo prazo.

“Acreditamos que a demanda seja forte o suficiente para que dois ou três ETFs de futuros de bitcoin tenham a mesma quantidade de AUM [ativos sob gestão] em seu devido tempo e, no futuro, investidores irão decidir qual empresa mais se adequa a seus valores e vão liderar o restante”, explicou Wald ao Yahoo Finance Live.

Conforme o prazo-limite de 31 de outubro para a decisão da SEC, Galaxy Digital, do bilionário Mike Novogratz, poderá ser a próxima da fila a ter seu ETF de futuros de bitcoin aprovado.

Publicidade

No entanto, o documento original do “Bitcoin Strategy ETF” da Galaxy não deu detalhes sobre as taxas de administração.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização da Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Em maio de 2022, o ecossistema da Terra (LUNA) entrou em uma “espiral da morte” que levou uma das criptomoedas consideradas mais promissoras daquele ano a cair para zero em 24 horas
Cauda de baleia sob um mar de moedas de bitcoin

Baleia acorda de sono de uma década para mover R$ 217 milhões em Bitcoin

Carteira recebeu a quantia de 687,33 BTC no dia 12 de janeiro de 2014, quando a cotação do Bitcoin estava em US$ 917
Imagem da matéria: BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

Blockchain deve chegar com casos de uso: diploma digital pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa e uma cadeia de custódia de provas
Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana

Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana

Fundos cripto tiveram a quarta semana seguida de saídas, mas o Brasil segue com tendência positiva ao lado de Hong Kong, que se destaca com a estreia de ETFs